Jackson apresenta ao MPE projeto que destina recursos para a Saúde

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Jackson foi ao Ministério Público explicar importância do projeto
Jackson foi ao Ministério Público explicar importância do projeto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 04/04/2014 às 00:47:00

A aprovação do ProRedes é prioridade para Jackson Barreto e nesta quinta-feira ele esteve com o procurador Geral de Justiça em exercício, Paulo Lima, para apresentar o projeto que visa a contratação de operação de crédito externo junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para o Programa de Fortalecimento das Redes de Inclusão Social e de Atenção à Saúde - ProRedes. A operação de crédito poderá chegar até o valor de R$ 250 milhões.

Com prazo para apresentar a Lei Sancionada junto à Secretaria do Tesouro Nacional do Ministério da Fazenda até o próximo dia 11, Jackson Barreto solicitou o apoio do Ministério Público Estadual (MPE).
"Como o Estado tem sido questionado, através da atuação efetiva do MP, sobre sua atuação na saúde, viemos dar uma satisfação, mostrar nosso trabalho e um projeto que pode solucionar esse problema. Nós não temos recursos e buscamos recursos junto ao BID. Este projeto está na Assembleia desde agosto de 2013 e estamos preocupados com o prazo eleitoral que pode inviabilizar essa operação junto ao BID e perdermos R$250 milhões, que seriam colocados para a saúde em todo o estado. Estamos aqui para pedir que o MPE nos ajude, porque quando o Ministério Público cobra melhor serviço para a população está cumprindo com seu papel e o Estado está mostrando que está buscando  a solução para o problema, mas infelizmente  encontramos  essa dificuldade através do Poder Legislativo", afirma o governador.
Na avaliação do procurador Geral em exercício, Paulo Lima, o ProRedes é importante para o fortalecimento da rede pública de saúde.
"É um projeto de grande relevância para a Saúde de Sergipe. Como o Ministério Público cobra diuturnamente as ações do governo na Saúde, o governador trouxe o projeto que traz dinheiro para a saúde e pediu que o MP intermediei essa relação entre a Assembleia, Executivo e a sociedade. Vamos buscar o apoio e conversar com o poder Legislativo para que todos saiam ganhando: o estado de Sergipe,  a sociedade e a Saúde".