O espetáculo segue no Festival Sergipano de Teatro

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 09/04/2014 às 00:36:00

Faltavam menos de dez minutos para o ator Ivo Adnil subir ao palco do Teatro Lourival Baptista. "Num passe de mágica, toca o terceiro sinal e você tem que entrar. Aí eu saio de cena e a personagem já encaixou". Naquele instante, o texto estava decorado, o figurino estava vestido e o penteado já estava feito. "É o momento de dizer "eu posso, eu sei fazer, eu vou dar ao público o melhor de mim". Agora sim, chegara a hora de o espetáculo começar.

A preparação de Ivo para o monólogo "Fuga ao passado" - apresentado na noite do último domingo, 06 - não se resumiu à solidão do camarim. Antes, com o teatro ainda vazio, ele já se encontrava imerso no texto. "Eu participo com a equipe técnica da montagem do cenário. Isso já me alimenta e vai criando uma atmosfera, uma cumplicidade com a personagem", explica.
Enquanto a iluminação do palco era testada, Ivo se isolava para passar o texto pela última vez. "Nesse momento, a concentração já está a mil. Peço às energias positivas que me protejam, que me façam lembrar de todo o roteiro", comenta o ator, destacando o fato de não depender de outras pessoas para poder contracenar. "Eu ensaio todos os dias. No transporte, no trabalho, em casa. O monólogo tem essa particularidade", afirma.

Ivo ressalta que o processo preparatório que antecede a subida ao palco não ocorre de maneira padrão. "Isso é muito pessoal", observa o ator, que não mede esforços para que seu desempenho seja plenamente satisfatório. "Eu me envolvo em tudo. Todas as vezes que você sai de si e empresta sua parte física a uma personagem é preciso ter uma entrega", garante.

Aquecimento - Horas antes de "Fuga ao passado", o espetáculo "As asas de um anjo" também foi apresentado no Teatro Lourival Baptista. Adaptada de um texto do escritor José de Alencar, a peça foi encenada pela Cia. de Teatro Itapoart's, do município de Itaporanga D'Ajuda. Segundo o ator Robson Mistersilva, o grupo não dispensa o momento de preparação.
"A gente já vem absorvendo o clima no caminho para a apresentação. Nós também fazemos uma roda de oração e soltamos o clássico desejo de "merda"", relata Robson. Além disso, ele lembra que o cuidado com o corpo também se faz necessário. "Existe um aquecimento físico e uma preparação vocal, para o nervosismo inicial ir embora. Com o figurino e a maquiagem, vou incorporando a personagem, e aí a magia do teatro vai acontecendo", afirma Robson.

Quarta edição - O Festival Sergipano de Teatro é uma realização do Governo de Sergipe, através da Secretaria de Estado da Cultura, em parceria com o Instituto Banese. O evento, que segue até o dia 13 de abril, conta ainda com o apoio do RioMar Shopping e do Sindicato dos Artistas e Técnicos de Entretenimento em Sergipe (Sated/SE).

Confira  a programação completa:

10 de abril
Um, dois, três, Kabummm!
com Cia. O Mínimo de Teatro e Circo /Texto: Rafael Barreiros
Museu da Gente Sergipana | 15h | Classificação: Livre

O Grande circo do mundo
com Coletivo Teatro de Mala / Texto: Ewertton Nunes
Museu da Gente Sergipana | 17h | Classificação: Livre

Folcloriando na Terra do Caju
com Cia. De Teatro HistoriaEncena / Texto: Lina Regina Nunes
Teatro Lourival Baptista | 19h | Classificação: 12 anos

11 de abril
Boca em-cena, folhetins em cordel: João Firmino um poeta nordestino
com Grupo Teatral Boca de Cena / Texto: Rogério Alves
Museu da Gente Sergipana | 16h | Classificação: Livre

Uma canção de rebeldia
com Coletivo Teatro de Mala / Texto: Ewertton Nunes
Teatro Lourival Baptista | 19h | Classificação: 14 anos

Cabaret dos Insensatos
com Cia de Artes e Cultura Stultifera Navis / Texto: Lindemberg Monteiro
Campus da UFS de Laranjeiras | 20h | Classificação: 18 anos

12 de abril
Viagem na Argila
com Coletivo Artístico Nosnaestrada / Texto: Jozailto Lima
Teatro Lourival Baptista | 19h | Classificação: 14 anos

13 de abril
Os Saltimbancos
com Eitcha Companhia de Teatro / Texto: Sergio Bardotti e Luis Enríquez Bacalov
Teatro Tobias Barreto | 16h | Classificação: Livre