Museus recebem exposições especiais durante a 12ª Semana de Museus

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 17/05/2014 às 00:23:00

Com o objetivo de interligar os museus sergipanos com a realidade brasileira durante a 12ª Semana Nacional dos Museus, a coordenadoria de Museus da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), programou exposições para suas unidades museais que dialogam com o tema central do evento: 'Museus: Coleções criam conexões'.
Sendo assim, foram montadas nos museus Afro-brasileiro de Sergipe e de Arte Sacra (em Laranjeiras), e no Museu Histórico (em São Cristóvão), mostras que fazem parte do acervo dessas unidades e que explicam de forma mais ampla a realidade de cada um desses museus.
No Museu Afro-brasileiro, está exposta a mostra 'Coleção de Gilberto da Silva'. Nela é possível que os visitantes observem a primeira coleção adquirida pelo Governo de Sergipe para a criação daquela casa de memória, e pertencia ao pai-de-santo Gilberto da Silva. A exposição é composta por instrumentos musicais, espadas, braceletes, pulseiras, peneiras, couraças, entre outros objetos.
Já no Museu de Arte Sacra, também em Laranjeiras, os visitantes podem se deparar com a mostra 'Coleção  de Alfaias', uma exposição que conta aos estudantes e turistas que passam por lá conhecem um pouco mais sobre os objetos católicos. "Muita gente, até mesmo os católicos não conhecem os termos da liturgia e os objetos usados na igreja. Nesta exposição é possível aprender um pouco mais sobre isso", explica a coordenadora de museus da Secult, Sayonara Viana.
Em São Cristóvão, o Museu Histórico de Sergipe está com a exposição 'Coleção de José Augusto Garcez', uma mostra que pertencia ao Museu de Arte e Tradição, que existia em Aracaju, e que adquirida pelo MHS. Nela os visitantes podem apreciar objetos de arqueologia e arte popular.
As exposições ficam abertas até o dia 16 de junho. Os museus de Laranjeiras funcionam de terça a sábado das 8h às 13h. Já o MHS fica aberto também de terça a sábado das 9h às 14h.

Público aprova - Diariamente diversos estudantes e turista frequentam os museus das cidades históricas sergipanas. E essas pessoas tem aprovado o vêem. A estudante, Adrielyy Freitas, de 12 anos, por exemplo, foi ao Museu de Arte Sacra com a turma da escola e gostou do que viu. "Acho que aprendi um pouco. É bem legal essas visitas a museus que escola faz", disse.
O gaúcho de Ivotim, Gilberto Moraes, que estava pela primeira vez em Sergipe também gostou do que viu nos museus sergipanos. "Fizemos um tour hoje por Laranjeiras e iremos ainda a São Cristóvão. As cidades históricas de Sergipe tem grande potencial", frisou.