Lado ruim da Copa

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 12/06/2014 às 02:03:00

Finalmente começa hoje a Copa do Mundo no Brasil, com o jogo da seleção Brasileira com a seleção da Croácia, às 17h, em São Paulo, na arena Corinthians. Todo o país está cheio de turistas para a Copa, inclusive Sergipe, com o fato de Aracaju ser subsede e abrigar desde o domingo a Seleção da Grécia, comissão técnica, jornalistas e familiares dos gregos que estão a trabalho.
O futebol sempre foi uma das grandes paixões dos brasileiros, que tem como característica a boa hospitalidade. Os brasileiros são simpáticos, prestativos e hospitaleiros.

Diante deste cenário, esses 30 dias de Copa do Mundo era para ser de muita festa e comemoração. Todos os brasileiros deviam vestir a camisa verde e amarela e torcer para  o Brasil fazer bonito e, inclusive, ser hexa campeão mundial.
Até o dia 12 de julho, quando acaba a Copa, é para os brasileiros esquecerem seus problemas, tratar bem os turistas, assistir aos jogos, reunir os amigos, torcer para o Brasil e "azarar" os principais adversários. Fazer o que fazem no carnaval: reunir os amigos, promover um churrasco, tomar uma cerveja e ir para as ruas curtir a folia.    

Infelizmente, como este ano é de eleição presidencial e para governador, a oposição está politizando a Copa, induzindo aos brasileiros ao invés de ir para as ruas torcer pela seleção, ir para as ruas protestar, destruir patrimônio público e causar transtorno para brasileiros e turistas.
É a política do quanto pior melhor, sem se preocupar com a repercussão negativa da imagem do Brasil no exterior: de um Brasil de desordeiros, de arruaceiros e de vândalos. O discurso é um só: o país não tem dinheiro para investir na saúde, na educação e na segurança pública, mas tem dinheiro para construir grandes estádios de futebol para a Copa.

Em Sergipe mesmo, a oposição vai mais além. Vem criticando, pesado, a estadia dos gregos no Estado somente porque existe congestionamento no período que estão indo treinar no Batistão e vice-versa e porque estão sob escolta policial. Não sabem que essa segurança é uma norma da Secretaria Nacional de Segurança Pública e que esses policiais não estão sendo tirados das ruas, mas designados para a missão no período de folga, conforme informações prestadas pelo comandante da PM, coronel Maurício Iunes, que revela ainda que eles receberão gratificação pelo serviço extra.  

Tem até quem diga que é um "presente de Grego" a presença da Grécia em Aracaju, que a seleção seja logo eliminada para voltar logo para casa. Nunca vi tanta estupidez e grosseria.  
Tudo isso porque o fato de Sergipe ser subsede da Copa foi uma conquista do então governador Marcelo Déda (PT), que queria proporcionar dividendos para o Estado e visibilidade no mundo todo, com a vinda de jornalistas para cobertura das atividades da seleção na capital sergipana.
Que a oposição deixe de partidarizar a Copa do Mundo, incentivar a desordem. Somos brasileiros, nesta Copa devemos vestir as mesmas cores: verde e amarelo, e seguir o nosso lema "Ordem e Progresso".

Aviso prévio
A assessoria de imprensa do PSTU encaminhou ontem release para a imprensa comunicando que a abertura da Copa do Mundo será marcada por protestos em várias capitais do País, inclusive Sergipe. Avisa que haverá atos de ruas e paralisações de diversas categorias como parte do dia nacional de luta contra as "injustiças da Copa".

Justificativa
Informa ainda a assessoria que categorias em greve e em mobilização organizarão um ato no calçadão da Rua João Pessoa, a partir das 8h. É colocado declaração de Deyvis Barros, da Central Sindical e Popular (CSP), explicando que a manifestação não é contra o mundial de futebol, muito menos contra o esporte, e sim uma ação que confronta os governos municipais, estaduais e federal pelo "abandono dos serviços públicos, dos direitos dos trabalhadores e do próprio povo".

Os atos
Ainda segundo a assessoria do PSTU, os petroleiros de Sergipe irão cruzar os braços hoje em duas unidades da Petrobras como parte da campanha 'Torcer pelo Brasil é defender a Petrobras 100% estatal'. Informa que várias entidades ligadas à juventude também farão protestos "contra as injustiças da Copa, que logo cedo os estudantes do Coletivo Pra Fazer Diferente irão estender uma grande faixa no viaduto do Detran com os dizeres 'Torcer pelo Brasil é defender a educação pública' e 'Na Copa vai ter luta', e depois eles vão se juntar aos grevistas, no calçadão da João Pessoa.

Ponto de vista
Em discurso na tribuna da Câmara Federal, o deputado Valadares Filho (PSB) disse que a chegada da seleção da Grécia em Aracaju é motivo de celebração, pois trará uma série de benefícios para o Estado de Sergipe. "Além de movimentar a economia local, a presença de uma equipe que disputa o mundial de futebol vai possibilitar a promoção de Sergipe como destino turístico", avaliou o parlamentar, enfatizando que nos últimos anos, juntamente com um grupo de parlamentares comprometidos, acompanhou de perto os preparativos para realização da Copa do Mundo por saberem dos "benefícios que um evento dessa natureza iria proporcionar ao país que o sedia".

No MPE
O deputado estadual Augusto Bezerra (DEM) cumpriu o prometido e ontem protocolou junto à Promotoria do Patrimônio Público do Ministério Público Estadual (MPE) representação contra o conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Luis Augusto Ribeiro, a quem acusa de suposto tráfico de influência, através de "corretores", para atrair votos para a reeleição do seu filho, o deputado estadual Gustinho Ribeiro (PSD). Disse que a sua expectativa agora é que o MPE investigue tudo para comprovar ou não a veracidade da denúncia.

Nas barras
da Justiça
O deputado Gustinho Ribeiro, que não quis usar ontem a tribuna para rebater o colega parlamentar, falou apenas com setores da imprensa. Disse que o seu pai, o conselheiro Luis Augusto Ribeiro, processará judicialmente Bezerra e na sessão de hoje do TCE se pronunciará oficialmente. Para ele, as denúncias do colega têm cunho político-eleitoreiro pela proximidade com o período eleitoral.  
Réplica 1
No programa apresentado por Jason Neto e Magna Santana, na Liberdade News, Gustinho Ribeiro considerou "irresponsável e leviana" as denúncias de Augusto Bezerra. "Fez uma denúncia vazia, tanto é que as pessoas que envolveu desmentiram na imprensa tão logo fez o pronunciamento na tribuna da Assembleia. Ele é acostumado a jogar baixo, a denunciar as pessoas sem provas. Isso mostra sede de poder a qualquer custo", afirmou, em entrevista a Marcos Couto.

Réplica 2
Depois de rebater Augusto Bezerra, o deputado Gustinho disse que vai analisar com sua assessoria se cabe denúncia contra a sua pessoa na Comissão de Ética da Assembleia. E que ia encerrar o assunto para "não se nivelar igual a ele, não entrar na lama que ele está acostumado a viver e onde só tem porcos".

Em frente
Augusto Bezerra reafirmou ontem que a sua denúncia não é vazia e tem documentos que comprovam a sua veracidade. Disse que ela será averiguada pelo Ministério Público Estadual, que ele vai até a Polícia Federal e que o conselheiro Luis Augusto Ribeiro pode ser afastado do cargo, como foi um conselheiro de São Paulo.

Mais polêmica na AL
O líder do governo na Assembleia, deputado Francisco Gualberto (PT), se colocou ontem à disposição dos agentes penitenciários para intermediar as negociações após ouvir apelos dos deputados Augusto Bezerra e Capitão Samuel nesse sentido. Só que quando falava no microfone da AL, os agentes que estavam na galeria superior do plenário ficaram de costas para ele, o que o levou a dizer: "Quem quer dialogar não fica de costas. Eles mostraram que não me querem como parceiro. Portanto, não vou atrapalhar. Retiro o que havia dito sobre o meu apoio para a intermediação".

E agora?
O presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários, Edilson de Souza, se disse indignado com os colegas que deram às costas ao deputado Gualberto. "Não é assim que se negocia. Foi um erro", admitiu o presidente.

Prestando contas
O secretário Jeferson Passos (Fazenda) estará hoje, às 9h, na Sala da Comissão de Economia e Finanças da Assembleia para apresentar o balanço do último quadrimestre. Balanço esse que vai nortear o percentual de reajuste linear dos servidores públicos e a implantação do Plano de Cargos, Carreira e Salários do funcionalismo.

Veja essa...
Do deputado estadual Gustinho Ribeiro sobre as denúncias de Augusto Bezerra sobre o seu pai Luis Augusto Ribeiro, ontem, no programa de Jason Neto e Magna Santana: "O deputado Augusto Bezerra envergonha a classe política de Sergipe. Tenho certeza que nenhum professor sergipano se sente representado por Augusto Bezerra, pois o que ele sabe ensinar é picaretagem, malandragem".

Curtas
Vários políticos compareceram ontem à missa de 7º Dia em sufrágio da alma de D. Virginia Leite Franco, mãe do ex-governador Albano Franco e do empresário Walter Franco. Entre eles, o governador Jackson Barreto e o prefeito João Alves.

Albano Franco, que encontrava-se em Genebra, na Suissa, participando de uma reunião da OIT, quando sua genitora faleceu, era o mais emocionado dos filhos e demais parentes na missa, que foi realizada às 8h, na Catedral Metropolitana.  

Curiosidade. A Assembleia Legislativa aprovou ontem projeto de resolução que dispõe da entrega de titulo de cidadão sergipano ao senador e presidenciável tucano Aécio Neves. A autoria foi do deputado estadual Zé Franco (PDT).

Informações chegadas à coluna dão conta que um veículo de comunicação pediu à SSP coletes a prova de balas, temendo o pior nas manifestações contra a Copa do Mundo. Deve estar esperando uma guerra civil.

O governador Jackson Barreto baixou ontem decreto estabelecendo que o expediente nas repartições públicas do Estado, nos dias úteis que a seleção Brasileira jogar na Copa, será até o meio-dia. O prefeito João Alves também baixou decreto com essa finalidade.