Servidores dos Ceac e professores permanecem em greve

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 14/06/2014 às 00:44:00

Cândida Oliveira
candidaoliveira@jornaldodiase.com.br

Os 130 servidores dos Centros de Atendimento ao Cidadão (Ceac) entram hoje, 14, no terceiro dia de greve. Eles reivindicam o auxílio alimentação no valor de R$ 350,00.

Com a greve, serviços como emissão de RG, Carteira de Trabalho, solicitação de Seguro Desemprego e Cadastro para novos empregos e requisição de exames e consultas do Ipesaúde deixam de ser prestados à população.

Segundo o vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público do Estado de Sergipe (Sintrase), Elma Andrade, na próxima segunda-feira, 16, a categoria se reúne, às 18h, em assembleia para discutir se voltam às atividades. "Estamos aguardando um posicionamento da Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão no tocante à implantação do Plano de Cargos, Carreira e Vencimentos, melhores condições de trabalho e mais segurança dos Ceacs".

Professores - Ainda não há previsão de término da greve dos professores da rede estadual de ensino. Eles estão de braços cruzados há 12 dias. Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Rede Oficial do Estado de Sergipe (Sintese), a categoria está na expectativa da reunião com o secretário de Estado da Fazenda, Jeferson Passos, que segundo a vice-presidente do sindicato, professora Ivonete Cruz, estava marcada para ontem, 13, mas foi cancelada.

Na última segunda-feira, 9, foi encaminhado aos professores um documento extrajudicial informando que será apresentada uma proposta. "Se houver a conversa com o secretário, o resultado será levado à categoria na assembleia que acontecerá na próxima segunda-feira, dia 16, a partir das 15, no Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe, no Centro Comercial de Aracaju. Esperamos que nesta audiência o governo do estado apresente uma proposta concreta que assegure ao magistério a retomada da carreira com os mesmos patamares de 2011", disse a professora.

Por meio de nota a Secretaria de Estado da Fazenda informou que a ida do secretário Jeferson Passos à Assembleia Legislativa na quinta-feira, 12, serviu para atualizar os deputados sobre o andamento dos estudos do Governo sobre as questões do reajuste do funcionalismo e ainda sobre a implantação do Plano de Cargos, Carreira e Vencimento (PCCV). "Embora não tenha entrado em detalhes, Passos esclareceu aos deputados que as alternativas disponíveis para a definição destes dois assuntos estão em fase final de apreciação por parte da Procuradoria Geral do Estado, para que o governador Jackson Barreto faça o anúncio oficial e encaminhe o projeto ainda dentro deste mês à Assembleia para votação", diz a nota.