Semana positiva

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 21/06/2014 às 00:31:00

Em plena Copa do Mundo e de convenções partidárias o governador Jackson Barreto (PMDB) conseguiu marcar dois gols de placa contra os adversários políticos nas eleições deste ano.

O primeiro foi na quarta-feira passada, quando bateu o martelo com o PDT para apoiar a sua reeleição. Jackson Barreto, no final da tarde, sentou com o presidente estadual, o prefeito Fábio Henrique (Nossa Senhora do Socorro), o deputado estadual José Franco e o prefeito Fernando Franco (Muribeca).
O encontro foi apenas para sacramentar o acordo, pois o entendimento já tinha acontecido anteriormente como a coluna divulgou com exclusividade no dia 25 de abril.  Foi na noite do dia 22 de abril que a Executiva do PDT se reuniu em Socorro com os vereadores e decidiu pelo apoio a Jackson. Dois dias depois o governador já estava em Socorro assinando várias ordens de serviço.

O entendimento não passa só por obras, mas pela participação do PDT no primeiro escalão do governo. O partido terá a Secretaria de Turismo, que será comandada pela mulher de Fábio Henrique, Silvia Fontes, que, inclusive, não será candidata a deputada estadual para não dificultar a reeleição do deputado Zé Franco.

O PDT é um partido com grande representatividade, tem prefeito em um município importante como Socorro, e proporcionará um bom tempo de televisão ao governador Jackson Barreto. A nível nacional o partido apoiará a reeleição ao Planalto de Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (PMDB). O adversário de JB, o senador Eduardo Amorim (PSC), contava com o apoio do PDT, já que o deputado Zé Franco integra a sua bancada na Assembleia Legislativa.

O outro gol de placa foi marcado ontem, quando o governador anunciou a implantação do Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos (PCCV) do servidor público estadual e um reajuste linear de 6,38% para o funcionalismo público, o correspondente a inflação dos últimos 12 meses.
O PCCV é uma luta de 20 anos dos servidores públicos, que passam agora a ter como salário base R$ 900,00 no início da carreira. Hoje todo servidor de serviço básico e nível médio, independente do início ou fim de carreira, tinha um salário base de R$ 600,00. O plano vai beneficiar diretamente cerca de 15 mil servidores.

O reajuste de 6,38% não é grande coisa para o servidor que está há dois anos sem aumento salarial, mas é melhor que nada. Se o governador não conseguisse conceder esse percentual de aumento, que é permitido pela legislação eleitoral, e implantado o PCCV a partir de 1º de julho, sofreria um desgaste ainda maior perante o funcionalismo público. Seria um prato cheio para a oposição, que faria tudo para aniquila-lo na campanha eleitoral, mesmo JB tendo assumido o governo em dezembro passado, com a morte do governador Marcelo Déda.   

Jackson revelou ontem que o PCCV é apenas o primeiro passo e que o governo vai trabalhar mais para melhorar o salário dos servidores. Disse que mesmo com dificuldade financeira, o Governo do Estado está investindo R$ 178 milhões só com pessoal, sendo R$ 13 milhões com o PCCV, R$ 79 milhões com o aumento linear e R$ 86 milhões com o piso do magistério.
Como a Copa do Mundo ainda nem encerrou a primeira fase e as convenções partidárias vão até o dia 30 de junho, Jackson tem esperança de marcar o terceiro gol de placa: o apoio do prefeito João Alves Filho (DEM) à sua reeleição e a indicação da senadora Maria do Carmo Alves (DEM) como sua candidata a vice.

Novo encontro
O governador Jackson Barreto (PMDB) voltou a conversar na quinta-feira, feriado de Corpus Christi, com o prefeito João Alves (DEM) e o senador Valadares (PSB). Mas fez segredo se houve avanço ou não de entendimento político, apenas dizendo que nada tinha sido fechado.

Será?
Ontem à noite, após participar da reinauguração do Gonzagão, Jackson ficou de ter um novo encontro com João Alves. Segundo um aliado de JB, nesse encontro seria batido o martelo para as eleições deste ano, com a senadora Maria do Carmo Alves (DEM) sendo a candidata a vice de JB.

Motivação
O acordo passaria por obras que Jackson Barreto viabilizaria para Aracaju, através do governo federal. Segundo uma fonte, tem mais de R$ 300 milhões engatilhados para obras de mobilidade urbana na capital, através do Ministério das Cidades, para implantar o projeto de João Alves já pronto, feito pelo arquiteto urbanista Jaime Lerner. Na próxima terça-feira JB e JAF tem audiência com o ministro Gilberto Occhi.
Aviso
Ainda segundo uma fonte, na quinta-feira Jackson Barreto teria informado ao senador Valadares que estava para fechar uma aliança com o DEM, com a indicação de Maria do Carmo como vice.

Ponto de vista
Na concepção da fonte, esse pode ter sido o motivo que no Congresso Estadual do PSB, realizado ontem, o senador Valadares chegou a declarar que quer todo o PSB fora do governo, uma vez que mesmo o partido entregando os cargos em fevereiro, ainda tem gente no governo. Sem falar que a legenda também discutiu a possibilidade da candidatura de Valadares ao governo e fechou que o deputado federal Valadares Filho será candidato a reeleição.

Para a Assembleia
No Congresso Estadual do PSB foi indicado ainda os nomes dos seis membros do partido que terão seus nomes homologados como candidatos a deputado estadual nas eleições deste ano: Elber Batalha, Toinho de Dorinha, Luciano Pimentel, Uita Barreto, Alexandre Sobral e Edney Caetano.

Delegados
Ainda no congresso foram escolhidos ainda os delegados do PSB que vão participar do Congresso Nacional nos dias 28 e 29, em Brasília, para homologação da candidatura de Eduardo Campos a presidente da República e Marina Silva a vice. Assim como os delegados da convenção estadual, que homologará os candidatos e alianças nas eleições deste ano.  

Otimistas
Aliados do senador Eduardo Amorim (PSC), pré-candidato a governador, continuam confiantes que estarão na chapa majoritária Valadares Filho como candidato a vice e Maria do Carmo Alves como candidata ao Senado.

Queixa 1
Em conversa rápida com a coluna, após a coletiva ontem à imprensa, o governador Jackson Barreto lamentou não estar tendo o apoio de Valadares à sua reeleição. Lembrou que desde 1980 sempre votou em Valadares para o governo, o senado e em 2012 coordenou a campanha do filho, o deputado federal Valadares Filho, a prefeito de Aracaju.

Queixa 2
Lembrou que quando Valadares foi candidato a governador o procurou pedindo que conversasse com João Alves para apoiá-lo, uma vez que ele (João) estava em dúvida se o apoiava ou a José Carlos Machado. JB disse que intercedeu e João acabou apoiando o senador para disputar o governo e que nesta eleição esperava o mesmo tratamento que deu aos Valadares.

Queixa 3
JB lembrou ainda que da sua geração, ele foi o único que não foi eleito pelo povo para o governo, já que assumiu o comando do Estado em dezembro após a morte de Marcelo Déda. Afirmou que João Alves, Albano Franco e o próprio Valadares já foram governador. JB também fez esse registro na entrevista que concedeu ontem, ao meio-dia, a Rádio Princesa da Serra, em Itabaiana.  

Em Itabaiana
Jackson Barreto passou o dia ontem em Itabaiana inaugurando obras, visitando obras e assinando ordens de serviços para novos investimentos totalizando R$ 182 milhões. Não convidou o prefeito Valmir de Francisquinho (PSC), que vota com o senador Eduardo Amorim. JB esteve acompanhado do ex-prefeito Luciano Bispo (PMDB) e dos deputados federais Fábio Reis (PMDB) e Mendonça Prado (DEM).
Nova artilharia
Em seus discursos, Mendonça Prado, que defende apoio do DEM a Jackson Barreto, fez discurso contra o senador Amorim, que é seu desafeto político. Ao conceder entrevista na Princesa da Serra, o deputado também não poupou críticas a Eduardo Amorim e ao seu irmão Edvan Amorim.

O Senado
O ex-prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) tem declarado que mantém sua pré-candidatura ao Senado. Ao ser questionado ontem sobre essas declarações do comunista, Jackson Barreto disse que a vaga é do PT, que desde o governo Déda ela estava destinada ao PT e que ainda existe um entendimento nacional neste sentido.

Alternativa
Edvaldo disse ontem que vai continuar lutando para ser candidato a senador, seja na aliança com Jackson ou com outro candidato. E que se não conseguir emplacar seu nome para o Senado pode disputar mandato de deputado federal.  

Condutores
O líder do PSC na Câmara Federal, Andre Moura, comemorou a sanção da Lei 12998/14 que dispõe sobre a regulamentação dos condutores de Ambulância. Em fevereiro deste ano ele foi convidado a ser interlocutor entre o Governo Federal e os condutores de veículos de emergência nas negociações para a derrubada do veto ao PL 7191/10 de autoria do deputado Dr. Ubiali (PSB-SP) que fixa um piso salarial de R$ 1.020, reajustado anualmente pelo INPC, com jornada de trabalho de 12 horas; 60 horas de descanso, e adicional de periculosidade de 30% sobre a remuneração.

Veja essa...
De Jackson Barreto ao ser questionado quando pretende fechar os entendimentos para a chapa majoritária e proporcional: "Pretendo reunir com o grupo aliado na próxima segunda-feira. Minha paciência é de Jó até... Deus tome conta".

Curtas
Na próxima segunda-feira a direção estadual do PDT concederá entrevista coletiva visando anunciar o apoio do partido à reeleição de Jackson Barreto. Será às 7h30, na sede do partido.

Convidados, o senador Eduardo Amorim e o deputado André Moura participaram na quinta-feira à noite da confraternização dos vigilantes, realizada na Associação dos Militares do Estado de Sergipe. Amorim agradeceu aos amigos por confiar no seu trabalho contínuo de muita luta.

Prefeitos, deputados estaduais e federais de Sergipe pelo PT participam hoje, em Brasília, como delegados, da Convenção Nacional da legenda que vai confirmar Dilma Rousseff na disputa à reeleição e a aliança com o PMDB, que terá Michel Temer como vice.

A abertura está prevista para as 10 horas com a presença da presidenta Dilma, do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, presidentes nacionais de partidos aliados, ministros, parlamentares, lideranças políticas, dirigentes e militantes. No total, são 800 delegados.

Na próxima quarta-feira, 25, Mendonça Prado realiza prestação de contas da sua atuação parlamentar. Será às 19h, no Iate Clube de Aracaju.