Semana do EI atende mais de 400 pessoas

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 10/07/2012 às 14:52:00

Mais 428 sergipanos deixaram a informalidade durante a Semana do Empreendedor Individual (EI), promovida pelo Sebrae entre os dias 2 e 7 passados na Praça General Valadão, em Aracaju. Além das formalizações, foram realizados cerca de 1,8 mil atendimentos pelos técnicos da instituição e das entidades que apoiaram a iniciativa.

Trabalhadores autônomos de todo o estado participaram das inúmeras atividades nos seis dias de evento. Na Praça, foram montados dois estantes: o primeiro, denominado 'Quero me Formalizar', destinado à formalização e à oferta de informações sobre o programa, enquanto o segundo, o 'Já sou Formalizado', contou com o apoio de instituições parceiras para a promoção de palestras.

Temas como formação de preços, atendimento ao cliente, nota fiscal eletrônica, empreendedorismo, marketing e propaganda e benefícios do INSS foram abordados diariamente durante os encontros. Também foram promovidas oficinas sobre compras, vendas, planejamento, finanças e associativismo, destinadas àqueles que já estavam formalizados.

No mesmo espaço, agentes de instituições financeiras disponibilizaram aos pequenos empreendedores informações sobre produtos e serviços bancários para alavancar os negócios. Eles foram orientados sobre as linhas de crédito disponíveis para capital de giro e aquisição de equipamentos e as taxas e documentos necessários para solicitar o financiamento.

"Ficamos satisfeitos com os resultados alcançados. O número de formalizações registrado na Semana deve aumentar, já que algumas solicitações ainda aguardam o Alvará de Funcionamento disponibilizado pela Prefeitura de Aracaju. Até o final do ano deveremos promover novos mutirões em bairros de Aracaju e em algumas cidades do interior", ressalta o diretor técnico do Sebrae, Emanoel Sobral.

Para realizar a Semana do EI o órgão contou com o apoio da Secretaria de Estado da Fazenda, Secretaria Municipal de Finanças, Adema, INSS, Sindicato das Empresas de Contabilidade, além de instituições financeiras como o Banco do Brasil, Caixa Econômica, Banese, Banco do Nordeste e Ceape.