Programa Sergipe Alfabetizado mobiliza ONGs no combate ao analfabetismo

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 26/06/2014 às 00:12:00

O Programa Sergipe Alfabetizado da Secretaria de Estado da Educação (Seed) realizou ontem, no auditório Hermínia Caldas, localizado no Complexo Administrativo e Pedagógico da Seed, um encontro de mobilização com representantes de associações, igrejas, pastorais, ONGs e MST, para discutir a organização e operacionalização do módulo 2013/2014 do programa, cuja perspectiva é alfabetizar 20 mil pessoas acima de 15 anos.  
O evento contou com 54 representações da sociedade civil, com o objetivo de elucidar a operacionalização do módulo 2013/2014 junto aos organismos governamentais e não governamentais, de acordo com a Resolução 52, do Conselho Deliberativo do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (Fundeb), que orienta a execução do Programa de Alfabetização.
O diretor do Departamento de Educação da Seed, Manuel Prado, enfatizou a importância do encontro para o reforço do comprometimento dessas entidades com a diminuição do analfabetismo em Sergipe. Segundo Manuel, agora que o Sergipe Alfabetizado passa a integrar as ações do Programa de Educação de Jovens e Adultos do Departamento de Educação, as ações se concentrarão também em não tão somente alfabetizar essas pessoas, mas fornecer instrumentos para que eles possam continuar com os seus estudos, tendo uma formação mais abrangente.
O diretor do Programa de Educação de Jovens e Adultos da Seed, Dimas Rabelo, reforçou a parceria dos dois Programas na continuidade da formação educacional. "Pretendemos que essas pessoas continuem com seus estudos. Queremos que elas possam seguir uma carreira e ter oportunidades melhorares na vida", disse.
Segundo Kelly Valença, coordenadora do Programa Sergipe Alfabetizado, a pauta do encontro se concentrou em informar sobre os critérios de implementação e execução do Programa Brasil Alfabetizado, nas Ações do FNDE e apresentação da metodologia do Programa Sergipe Alfabetizados aos representantes das organizações.
 
Parcerias - Com dois anos de parceria com o Sergipe Alfabetizado, a Associação Comunitária Quebradas IV, do município de Salgado, luta para sanar ou diminuir os índices de analfabetismo na região. Para a representante da entidade, Acássia Andrade Alves, que trabalha há nove anos como coordenadora de turma, revelou que o município de Salgado obtinha o terceiro lugar no quesito analfabetismo no estado. "Diminuímos bastantes esses índices graças ao empenho da instituição e da parceria com o Sergipe Alfabetizado da Seed", salientou Acássia.
Thácio Martins do Nascimento, representante da Associação de Cooperação Agrícola dos Assentados da Região Sul do Estado de Sergipe (Ascosul), informou que desde 2009 existe a parceria com o Programa Sergipe Alfabetizado. "No último modulo 2011/2012 foram cadastradas 38 turmas com 469 alunos. É um programa de sucesso que estamos felizes em estar junto", declarou.