Índice da construção desacelera

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 10/07/2012 às 14:55:00

A prévia da inflação de julho já demonstra aceleração dos preços na economia. O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) subiu 0,95% no primeiro decênio do mês, ante avanço de 0,68% registrado no mesmo período de apuração do mês anterior. Os dados foram divulgados ontem pela Fundação Getúlio Vargas (GHV) e compreendem ao período de 21 a 30 de junho.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) apresentou desaceleração de preços no primeiro decêndio de julho. A taxa passou de 1,99% para de 0,79% na comparação à apuração anterior. A maior contribuição para o resultado veio do arrefecimento dos custos de mão de obra, que passaram de 3,61% em junho para 1,12% este mês.

Puxado pela alta nos preços de combustíveis e matérias-primas brutas, o IPA (Índice de Preços ao Produtor Amplo) registrou aumento de 1,25% no primeiro decêndio de julho, ante variação positiva de 0,64% no período anterior.

Já o IPC (Índice de Preços ao Consumidor) se manteve na prévia de julho, repetindo o resultado do mês anterior, de alta de 0,19%. Nesse subgrupo, o aumento nos preços de alimentos, transporte, habitação e educação foram compensados pelo arrefecimento nos preços de vestuários, saúde e cuidados pessoais.