Operação Festejos Juninos registra aumento no número de mortes nas estradas

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 01/07/2014 às 00:34:00

Cândida Oliveira
candidaoliveira@jornaldodiase.com.br

Os festejos juninos já encerram na capital sergipana e no interior e a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a Companhia de Polícia Rodoviária Estadual (CPRv) e a Companhia de Policiamento de Trânsito (CPTran) divulgaram ontem, segunda-feira, o balanço das operações realizadas nas rodovias federais e estaduais.
A CPRv encerrou a 'Operação Festejos Juninos 2014' nas rodovias estaduais com um saldo de oito acidentes de trânsito, o que resultou em cinco mortes e sete pessoas hospitalizadas. Um total de 18 veículos se envolveu nos acidentes que foram registrados nas seguintes rodovias: SE 245, em Malhador - duas mortes e três pessoas hospitalizadas; SE 170, em Itabaiana - uma morte; SE 179, em Simão Dias - uma morte; SE 050, em Aracaju - uma pessoa hospitalizada; SE 175, Nossa Senhora da Gloria - uma morte; SE 270, Lagarto - uma pessoa hospitalizada; SE 282, Estância - uma pessoa hospitalizada; SE 368, Santa Luzia do Itanhy - uma pessoa hospitalizada.
De acordo com dados estatísticos da CPRv, no mesmo período do ano passado foram registrados 19 acidentes de trânsito, com 22 pessoas hospitalizadas e uma morte. Na operação realizada este ano houve uma redução no número de acidentes e vítimas hospitalizadas, porém o número de mortes aumentou. O excesso de velocidade, as ultrapassagens indevidas e a falta de atenção dos condutores motivaram o aumento de acidentes com mortes nas rodovias estaduais nesse período.

CPTran - O balanço da 'Operação Festejos Juninos 2014' da CPTran foi finalizado no último domingo, dia 29. A fiscalização, que durou 17 dias, teve um total de 381 autos de infração, com 25 autuações relacionadas à Lei Seca, número menor do que no ano passado, quando foram registradas 47.
No total, o número de autos de infração deste ano foi menor do que o de 2013, quando se contabilizou 394 registros. Em 2014 foram recolhidas 42 CNHs, 91 CRLVs e 115 veículos ao galpão, e 17 pessoas foram presas por embriaguez, contra 79 CNHs, 93 CRLVs e 94 veículos recolhidos e 29 prisões no ano passado.
Em relação ao número de acidentes, foram registrados este ano 52 casos, sendo 46 acidentes com vítimas, num total de 51 vítimas e uma morte. Já em 2013, contabilizou-se 59 acidentes, com 37 casos com vítimas, sendo 59 vítimas e uma morte.
Para o comandante da CPTran, capitão Fábio Machado, o resultado foi positivo em relação à mudança de comportamento dos condutores. "Durante os dias de fiscalização nossos policiais conseguiram perceber um grande número de táxis passando pelas blitze com passageiros, o que indica que muitos condutores deixaram os veículos em casa para poderem beber durante a época junina", apontou Machado.
O capitão Fábio Machado destacou também que é importante esse tipo de fiscalização para que se possa despertar no cidadão a consciência de não misturar álcool e direção. "Nosso maior foco é a preservação da vida, e temos conseguido bons resultados nos últimos anos, com um número reduzido de mortes e diminuição do número de prisões por embriaguez ao volante".

PRF - Acompanhando a tradição sergipana e nordestina de forte celebração dos festejos juninos, a Polícia Rodoviária Federal em Sergipe mobilizou todo seu efetivo, incluindo policiais da Sede administrativa, além de policiais de outros estados para garantir a segurança da população que transitou pelas rodovias federais em busca das festas e atrações nos diversos municípios do interior, bem como da capital.
Este ano chamaram a atenção da PRF, sobretudo, os eventos realizados nos municípios de Itaporanga D'Ajuda, Rosário do Catete, Capela, Frei Paulo, Nossa Senhora do Socorro e Aracaju. Para esses municípios a PRF aumentou a fiscalização, dando maior enfoque no enfrentamento da alcoolemia na direção.
Os policiais rodoviários federais registraram de 1º a 29 de junho 140 acidentes, 62 feridos, 11 mortos, 62 autuações por embriaguez e 14 pessoas detidas por embriaguez. No mesmo período de 2013 houve 137 acidentes, 67 feridos, 10 mortos, 62 autuações por embriaguez e três condutores detidos por embriaguez.
No comparativo 2014 x 2013, a PRF registrou aumento de 2,2% no número de acidentes; redução de 7,46% no número de feridos; aumento de 10% no número de mortos; estabilidade (0%) no número de autuações por embriaguez; aumento de 366% no número de detenções por embriaguez.
É imperioso registrar que no mesmo período, a frota nacional aumentou em 6,77% (Fonte: Denatran) e que este ano, as festividades do mês de junho foram potencializadas pela Copa do Mundo de futebol que incrementou o calendário de feriados e de festividades envolvendo o consumo de bebidas alcoólicas.
Dessa forma, a PRF avalia como satisfatórios os resultados da 'Operação Festas Juninas 2014', na medida em que faz questão de registrar que tem notado uma mudança de comportamento positiva dos condutores de veículos quando seus policiais perceberam muitos motoristas conscientes entregando a direção de veículo a pessoas que não haviam ingerido bebida alcoólica e, em muitos casos, contratando motoristas particulares para se deslocar aos locais dos eventos.