PM reativa seu posto de vigilância no Huse

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 11/07/2012 às 14:50:00

Passados mais de dois meses da Chacina do Huse, um posto da Polícia Militar foi reaberto no maior hospital público do estado.  A base da PM funciona desde o dia 22 de junho, mas a iniciativa foi divulgada somente ontem. Ela foi possível depois de uma parceria entre a Fundação Hospitalar de Saúde e o comando da corporação. O local de vigilância, que fica em frente ao pronto-socorro, passou a funcionar com equipes, que se revezam por turno.

"A Polícia Militar disponibilizou, através de parceria com a SES, oito policiais militares, em esquema de plantão. Em cada turno, haverá dois policiais, diariamente. São quatro equipes com dois agentes, tanto nos dias normais, como aos sábados, domingos e feriados", disse o relações-públicas da PM, capitão Charles Victor Santos. Para a direção do Huse, o número é suficiente e será reforçado por 19 vigilantes e dois policiais civis que já trabalham dentro do hospital em cada turno.

O chefe de segurança do Huse, José Carlos Ferreira Lima, fala da importância da presença de policiais, além dos seguranças que trabalham no hospital. "Como temos uma área externa extensa e um fluxo grande de pessoas, temos situações que precisamos do auxílio do posto. Então, essa parceria com o comando da Polícia Militar vai proporcionar uma segurança maior aos usuários do hospital", disse.

Para o técnico de enfermagem, José Alberto dos Santos, a reativação da guarita é um apoio necessário. "Acho viável a instalação do posto policial principalmente aqui dentro do Pronto Socorro, local onde tudo acontece. Isso vai dar mais proteção e segurança para funcionários e pacientes", afirmou. (com SES)