Parceria entre prefeitura e Estado oferece cursos

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 17/07/2014 às 00:51:00

Na tarde da última quarta-feira teve início mais dois cursos profissionalizantes na cidade de Japaratuba, distante 54 km de Aracaju. A aula inaugural ocorreu no Centro Social Dona Janoca, às 14h, e teve a participação de 40 pessoas, inscritas nas capacitações de cabeleireiro e maquiagem.

As aulas serão ministradas por profissionais do Senac, e as ofertas são fruto de uma parceria entre Governos Municipal e Estadual, numa ação do projeto Casa da Juventude. "São cursos profissionalizantes para pessoas que já trabalham nas áreas e também para as que gostariam de desenvolver as atividades. A intenção é preparar as japaratubenses para um mercado competitivo, mas que sempre se abre para os bons profissionais", explicou Tiago Nascimento, secretário da Juventude.

Responsável pelo desenvolvimento do projeto na cidade, o secretário informou que as aulas serão ministradas no prédio da antiga creche da Dona Maria Pereira, no turno da tarde. "Ambos serão ofertados das 14h às 17h. A diferença é na carga horária, uma vez que o curso de cabeleireiro tem duração de 250 horas e o de maquiagem 40 horas", esclareceu.

Embora as capacitações ofertadas sejam do módulo básico, o cronograma de atividades apresentado pela coordenadora e instrutores é extenso. No caso do curso para cabeleireiro assistente, por exemplo, as inscritas aprenderão corte, escova, hidratação e colorimetria, de acordo com a coordenadora do SENAC, Marilene dos Santos Martins.
"O curso é dividido em dois momentos: o teórico e o prático. Todo o conteúdo programático apresentado se voltará para estas atividades, em especial. Só não trabalharemos com relaxamentos. É preciso destacar que assim como outras capacitações, as participantes deverão comparecer frequentemente e as faltas são limitadas. Esse é um dos principais pontos para a conquista do certificado", detalhou Marilene.
Já nas aulas de maquiagem, as alunas aprenderão a se automaquiar. "Como é um curso de apenas 10 dias, as japaratubenses que buscam a profissionalização precisam fazer outro curso de 180 horas. Neste que vamos oferecer, elas aprendem especificamente a fazerem a maquiagem social, nas mesmas", salientou a coordenadora.
De acordo com a instrutora técnica das áreas de beleza da unidade móvel do Senac, Maria Helena de

Carvalho, as pessoas que concluírem os cursos serão certificadas pela instituição e poderão ter seus dados cadastrados no banco de oportunidades do Senac. "Basta levar as documentações necessárias, o certificado e fazer o cadastro. Quando a empresa solicita um candidato com determinado perfil, encaminhamos", explanou Maria Helena.

Além disso, os alunos que se destacam durante as aulas podem ser selecionados para tornarem-se instrutores nas unidades móveis do Senac. "Tudo depende do desempenho do participante. Se ele se dedica nas aulas e a gente vê evolução, o indicamos para fazer um teste e caso passe, a pessoa passa a ensinar e ser um prestador de serviço", finalizou a instrutora.