Fábrica de portas poderá ser implantada no Estado

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 17/07/2014 às 00:52:00

O secretário do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec), Saumíneo Nascimento, recebeu a visita do gerente administrativo do Grupo Famossul, Robson Luiz Marcon. A empresa, que há mais de 40 anos está inserida no mercado de madeira - na fabricação de portas e componentes em HDF (matéria-prima semelhante ao MDF), está localizada no município de Piên, estado do Paraná. O objetivo da reunião foi discutir a implantação de uma terceira unidade da indústria e, possivelmente, um Centro de Distribuição em Sergipe.

De acordo com Robson Luiz, a empresa distribui seus produtos em todos os estados da região Nordeste e está entre os seis maiores fabricantes de porta do Brasil. Para ele, Sergipe é o estado que possui uma localização favorável à comercialização do produto. "Nós vimos Sergipe como um centro do Nordeste, aonde nós poderíamos colocar nossa indústria e distribuir para os vários estados. Vimos à intenção do estado de Sergipe em atrair investimentos e com isso ficamos muito interessados", disse o gerente da Famossul, acrescentando que, com a implantação da fábrica em Sergipe, o investimento inicial seria em torno de R$ 6 milhões, além da contratação da mão de obra local, sendo gerados 44 empregos diretos.  

Após ouvir a explanação, o secretário Saumíneo expôs as vantagens da implantação da indústria no nordeste, apresentando um vídeo com os principais atrativos do Estado. Em seguida apresentou as possibilidades e os incentivos fiscais oferecidos pelo Governo de Sergipe e também os incentivos regionais e federais. "Temos boas perspectivas de termos êxito em mais uma tração de investimentos para Sergipe, numa lógica de geração de emprego e renda para a população. Já tínhamos tratado com os executivos da fábrica por telefone e agora presencialmente tivemos a oportunidade de abordarmos com mais detalhes as vantagens comparativas de instalação de uma unidade industrial em Sergipe", contou o secretário.
Saumíneo Nascimento ressaltou que a Famossul, além de possuir mais de 40 anos de atuação no mercado de madeiras, tem também uma sólida história de práticas sociais, ambientais e econômicas em perfeita harmonia com o desenvolvimento econômico onde atua e mantém um modelo de negócio sustentável.