Concurso do magistério é homologado

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 11/07/2012 às 14:56:00

A Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag) homologou o resultado final do concurso público para provimento de vagas do cargo de professor de educação básica do quadro de pessoal da Secretaria de Estado da Educação. A portaria, assinada pelo secretário Oliveira Júnior, valida o resultado final e dá carta branca para que os aprovados sejam convocados e empossados.

O concurso está selecionando 1.700 professores da rede estadual de ensino. Ao todo, 8.278 pessoas estão nas listas de aprovados, entre os que obtiveram colocação para assumir as vagas estipuladas e os excedentes.

"Tudo ocorreu conforme o planejado: as provas foram aplicadas com tranquilidade graças à organização e ao planejamento que investimos em cada detalhe do concurso. É fruto do trabalho extenso que vem acontecendo desde outubro do ano passado por parte da Comissão de Coordenação do Concurso Público para o Magistério", disse o secretário.

Documentação - A gerente geral de Recrutamento e Movimentação de Servidores do Governo do Estado, Zélia Apostolo, orienta que os aprovados já comecem a separar a documentação da convocação que está listada no item 3.6 do edital de abertura do concurso.

"Entre os documentos está o diploma de curso superior, registro no conselho de classe, atestado de sanidade física e mental, cópias do RG e CPF, título de eleitor - com  comprovantes da última votação - , comprovante de residência, número do PIS/PASEP, uma foto 3x4, número de conta corrente no Banese, certidão de nascimento, casamento ou casamento com averbação de divórcio", orienta a gerente,
"Nesse momento, a Seplag está aguardando as relações da Secretaria de Estado da Educação sobre a ordem de prioridade de convocação para que a substituição de temporários ocorra gradualmente e para que haja reposição rápida no quadro de profissionais que se aposentaram", explica Zélia Apostolo.

Depois da fase da perícia, os 1.700 aprovados tomarão posse, e a previsão é de que começarão a ministrar aulas ainda este ano