Raul Filho não convence colegas de partido

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 11/07/2012 às 15:17:00

Luciana Lima
Agência Brasil

Brasília - O relator da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do Cachoeira, deputado Odair Cunha (PT-MG), disse que identificou contradições fortes no depoimento que o prefeito de Palmas, Raul Filho (PT), prestou ontem na comissão.

Segundo Odair Cunha, o depoimento mostrou que é preciso aprofundar as investigações sobre os contratos da construtora Delta com a prefeitura de Palmas. "O depoimento não convence e implica que nós devemos continuar investigando."

Para o relator, o depoimento revelou o modelo de operação do grupo criminoso supostamente chefiado pelo empresário goiano Carlos Augusto de Almeida Ramos, o Carlinhos Cachoeira, e mostra que há "uma incursão firme" da organização também no estado do Tocantins, neste caso, na prefeitura da capital, Palmas.

"A mim ele [Raul Filho] não convenceu. Ele teve oportunidade de suspender o contrato com a Delta, ao saber das irregularidades envolvendo a empresa, e não o fez", disse o vice-presidente da CPMI, deputado Paulo Teixeira (PT-SP), que conduziu a maior parte do interrogatório. De acordo com Teixeira, ainda é crescente a percepção na CPMI de que a atuação da Delta em conjunto com o empresário, identificada em alguns estados e prefeituras, produziu irregularidades em contratos.