Perfil eleitoral

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 26/07/2014 às 02:31:00

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou o perfil dos candidatos às eleições de outubro. Segundo o tribunal, 24,9 mil candidatos vão disputar 1.709 vagas para os cargos de deputado federal, estadual e distrital, senador, governador e presidente da República, além de suplentes para o Senado e vices.
De acordo com o levantamento, o cargo mais concorrido é o de deputado distrital. São 1.003 candidatos para 24 vagas, o que representa uma concorrência de 41,79 por vaga. Deputado federal e estadual têm concorrência de 13,19 candidatos por vaga e 15,71 candidatos por vaga, respectivamente.
O partido que mais tem candidatos é o PT, com 1.323, seguido pelo PSB (1.264); PSOL (1.221); PMDB (1.198); PV (1092) e PSDB (1086). A legenda com menos candidatos é o PCO (46).
De acordo com o grau de instrução, 45 % dos candidatos (11.429) têm curso superior completo. Cerca de 30% tem ensino médio completo, e 1% (254) apenas lê e escreve.
O número de mulheres que vão disputar as eleições de outubro subiu em relação ao pleito de 2010, quando 5.056 registraram candidaturas (22,4 % do total). Este ano, serão 7.437 mulheres (29,81% do total de candidatos).

Com relação à faixa etária, os dados mostram que 60% dos registros são de candidatos que têm entre 40 e 59 anos. Três registros são de pessoas maiores de 100 anos. A maioria dos pedidos de registros é de empresários (9,3%); advogados (5,5%); deputados (4,28%) e vereadores (4,21%).s
Os números poderão ser atualizados até o dia da eleição, pois os pedidos de registros ainda serão julgados pelos juízes eleitorais e novas informações devem ser recebidas pelos tribunais regionais eleitorais. Após a decisão da Justiça Eleitoral, os candidatos estão aptos a concorrer. Além disso, as coligações podem mudar os candidatos que escolheram.
A entrega do registro não garante a participação do político nas eleições. Após parecer do Ministério Público Eleitoral, os pedidos são julgados por um juiz eleitoral, que verifica se as formalidades foram cumpridas.
Para estar apto a concorrer às eleições de outubro e ter o registro deferido pela Justiça Eleitoral, além de não se enquadrar na Lei da Ficha Limpa, os candidatos devem apresentar declaração de bens, certidões criminais emitidas pela Justiça, certidão de quitação eleitoral que comprove inexistência de débito de multas aplicadas de forma definitiva, entre outros documentos, como previsto na Lei das Eleições (Lei 9.504/97).
Em Sergipe, existem cinco candidatos a governador; cinco a senador, 10 suplentes de senador, 82 a deputado federal e 173 a deputado estadual, num total de 275 candidatos. Deste total, seis desistiram da candidatura e um morreu.
Retiraram suas candidaturas Armando Batalha Júnior (PRP), Job Carvalho (PPS), Antonio Carlos Franco Sobrinho (PMDB), Daniel de Oliveira (PV), que concorriam a Assembleia Legislativa; Carlinhos do PSB, candidato a deputado federal; e Cabo Wellington, candidato a vice-governador pelo PTN. Lion Schuster, que era candidato a federal, renunciou a candidatura para ser o candidato a vice-governador no lugar de Cabo Wellington.

Na semana passada foi morto vítima de latrocínio o candidato a deputado federal Joselito Rezende (PV), gerente da Ave Boa. Ele pertencia a coligação do candidato a governador Eduardo Amorim, da coligação "Agora Sim".
A Procuradoria Regional Eleitoral em Sergipe (PRE/SE) impugnou 17 pedidos de registro de candidatura para as eleições de 2014 no Estado. O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) tem até o dia 05 de agosto para deferir ou indeferir o registro desses candidatos. (Com Agência TSE)

vO que falar
O deputado federal Mendonça Prado (DEM), candidato à reeleição, participou anteontem à noite da inauguração do Comitê Eleitoral do candidato a governador da coligação "Agora é o Povo", Jackson Barreto. Usou da palavra para dizer: "Meu palanque é esse. Eu voto no 15".

Justificativa
Antes de subir no palanque de Jackson Barreto na inauguração do comitê, Mendonça Prado - que é genro do prefeito João Alves Filho (DEM), que apóia o candidato da coligação "Agora Sim", Eduardo Amorim - postou nas redes sociais: "Estou decidido a prosseguir empunhando a bandeira de defesa dos interesses do povo sergipano contra os ataques dos aproveitadores de plantão".

Tapa de pelica
Do peemedebista Jackson Barreto sobre a ida do também peemedebista Jorge Alberto para os braços de Eduardo Amorim: "Que Jorge Alberto possa seguir seu caminho em paz".
Será?
Informações chegadas à coluna dão conta que a candidatura a governador de Alberto dos Santos, o Betinho (PTN), que se diz independente, foi uma estratégia de campanha dos irmãos Amorim para "bater" no candidato a reeleição Jackson. Isso ocorreria nos debates promovidos pelos meios de comunicação e no programa eleitoral gratuito na rádio e na TV, que começa no dia 18 de agosto.
 
Com Amorim
O ex-secretário da Casa Civil e ex-deputado federal Jorge Alberto (PMDB) oficializou ontem rompimento com o candidato a governador do seu partido Jackson Barreto e apoio ao candidato da coligação "Agora Sim", senador Eduardo Amorim. Foi durante entrevista coletiva concedida à imprensa, na sede do PSC, com a presença do próprio candidato.

Na coletiva
Além de Eduardo Amorim, estavam presentes na coletiva o candidato a vice-governador Augusto Franco Neto (PSDB), a candidata ao Senado Maria do Carmo Alves (DEM), o prefeito João Alves Filho (DEM) e o deputado federal André Moura (PSC), candidato à reeleição.

Mais na frente
Não acontecerá hoje o grande ato político no município de Itabaiana, do candidato a governador da coligação "Agora Sim", Eduardo Amorim. Foi adiado em razão da agenda do presidenciável Aécio Neves (PSDB), que participará do grande ato na terra natal de Amorim.

Em Sampa
Nessa segunda-feira, o candidato a vice-governador Augusto Franco Neto (PSDB) e o presidente estadual do PSDB vão para uma reunião da coordenação da campanha de Aécio Neves com os dirigentes regionais, em São Paulo. Na pauta, a definição da agenda do presidenciável tucano nos Estados. A partir daí será definida a data de Aécio em Itabaiana.

Ponto de vista 1
O coordenador da campanha de Eduardo Amorim, o deputado estadual Zeca da Silva (PSC), não acha que a campanha do candidato do seu grupo esteja atrasada por ainda não ter comitê, não ter realizado comício eleitoral e só ter feito uma carreata em Lagarto. Revela que o momento é de muita conversa e conquista de aliados. "As pedras começam a se encaixar. São muitos contatos, muitas conversas. Não param. Novos aliados virão", afirma.
Ponto de vista 2
Outra justificativa de Zeca para o fato do candidato da sua coligação ainda não estar completamente nas ruas: "No Brasil existe um quadro de desatenção da sociedade e do desinteresse pela política. Mais na frente a população vai ter de se envolver na eleição, pois as candidaturas estão postas. Nesta eleição, a campanha visual e de movimentação será rápida, de apenas dois meses de rua. É tudo complicado e com custo alto".

Alfinetada 1
O ex-deputado estadual Wanderlê Correia (PMDB) avalia que melhorou muito para Jackson Barreto, em São Cristóvão, a retirada do apoio do ex-prefeito Armando Batalha (PRP) à candidatura de Jackson Barreto para apoiar Eduardo Amorim. "Não tinha condições de Jackson sair em ato político no município, como passeata e carreata, com o cidadão do lado. Corria o risco do povo fechar porta e janela".  

Alfinetada 2
Segundo Wanderlê, o candidato Eduardo Amorim sabe disso e não vai a nenhum ato político em São Cristóvão. "Já não foi para o anúncio do apoio do cidadão [Armando Batalha] à sua candidatura, esta semana, em sua casa".

Carreata
Revela Wanderlê Correia que nesse domingo acontecerá a primeira carreata de Jackson Barreto em São Cristóvão, nesta campanha, denominada a "Carreata da Resposta". Diz que ela sairá às 9h, da UFS, passando pelos bairros e centro histórico, e acabando no Povoado Rita Cacete.  

Veja essa...
Algumas declarações inusitadas de patrimônio de candidatos nas eleições deste ano que aparecem no site do TSE: Um jumento espanhol no valor de R$ 10 mil, registrado pelo candidato a deputado federal Sylvio Rodrigues Junior (PMN-SP); a nona parte de 80 galinhas, 5 galos, 8 éguas, 12 cavalos, 369 bezerras, 286 bezerros, 53 bois magros, 1707 vacas magras, no valor de R$ 125 mil, registrado pelo candidato ao Senado Jayme Verissimo de Campos (DEM-MT); e aproximadamente 50 toneladas de peixes tambaqui, estipulado em R$ 200 mil, declarado pelo candidato a deputado estadual Vitorino Cherque (PMDB-RO); e uma carroça, no valor de R$ 500,00, declarada pelo candidato a deputado federal, Marinaldo Rosendo (PSB-PE).

... e essa ...
Logo no início da campanha eleitoral, uma liderança política de São Cristóvão que apoia Eduardo Amorim colocou carro de som nas ruas dizendo: "Quem vota em Jackson Barreto apoia Armando Batalha". Agora o povo no município quer saber qual a posição dessa liderança com o apoio de Armando a Amorim.

Curtas
O candidato a deputado federal Márcio Macedo (PT) chegou à inauguração do comitê eleitoral de Jackson Barreto acompanhado de prefeitos, vereadores e militantes que apóiam a sua reeleição. Chamou a atenção pela animação e número de pessoas que o acompanhava portando faixas e bandeiras.

Do ex-deputado estadual Marcos Franco (PMDB), sobrinho de Jorge Alberto, por ser um dos poucos Franco a apoiar Jackson Barreto: "Assim como meu pai [Antonio Carlos Franco], sou um homem de palavra".

Aconteceu ontem o primeiro ato de colagem de adesivos da coligação de Jackson Barreto. Foi a partir das 17h, no cruzamento da Av. Pedro Valadares com Av. Silvio Teixeira.
A coordenação da campanha de Jackson Barreto recomenda aos militantes usarem camisas vermelhas ou brancas.

A filha do prefeito João Alves, Ana Mendonça, mulher de Mendonça Prado, vem pedindo votos para Jackson Barreto nas redes sociais. Vem participando de atos de campanha.

O material da campanha de Eduardo Amorim já está sendo feito e irá para as ruas a partir do dia 1º de agosto, quando será inaugurado o seu comitê de campanha eleitoral no Bairro Jardins.

O contador das empresas de Edvan Amorim, Max Alves dos Santos, cometeu suicídio ontem de manhã ao pular da ponte do Rio Vaza Barris, entre Lagarto e São Domingos.