NOVAS INDÚSTRIAS

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 31/07/2014 às 01:25:00

Foi-se o tempo que Sergipe, o menor Estado da federação, não era visto com bons olhos por investidores de outras regiões do Brasil. O pequeno espaço territorial guarda, na verdade, grandes possibilidades de crescimento. Prova disso é que a cada dia novos empreendimentos industriais se instalam por aqui, gerando desenvolvimento econômico e elevando o nível de emprego e renda.

E o crescimento só tende a aumentar. Nessa quarta-feira (30), o Conselho do Desenvolvimento Industrial (CDI) aprovou a chegada de seis novas indústrias, que irão investir cerca de R$ 16 milhões e gerar 100 empregos diretos para a população sergipana. Apenas neste ano de 2014, janeiro a julho, foram aprovados 35 empreendimentos que, juntos, proporcionarão R$ 84,4 milhões em investimentos e aproximadamente 1.000 novos empregos.

Um dos pontos mais importantes dessa procura por Sergipe é que o interior do Estado acaba ganhando. Para se ter uma ideia, as seis novas empresas - fabricantes de artefatos de cimento, medicamentos, materiais gráficos e bijuterias - serão instaladas nos municípios de Nossa Senhora do Socorro e Itabaiana, o que resulta em chance de desenvolvimento para as cidades e, por consequência, para a população.
O diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Sergipe (Codise), Roberto Bispo, comentou sobre a chegada de novas empresas do setor de jóias, semi-jóias e bijouterias no Estado. "Em breve, Itabaiana irá se transformar em um grande polo industrial produtor desse setor, graças aos novos projetos que têm sido aprovados para o Distrito Industrial do município", aposta.

Empreendimentos industriais novos ou já instalados e em funcionamento, considerados como necessários e prioritários para o desenvolvimento do Estado, podem usufruir dos incentivos concedidos pelo Governo de Sergipe. Ao passarem pelo CDI, os empreendimentos são avaliados pela elevação do nível de emprego e renda, a descentralização econômica e espacial das atividades produtivas, a modernização tecnológica do parque industrial e a preservação do meio ambiente.

FORMATURA I
Na próxima sexta-feira, dia 1º de agosto, mais 30 profissionais na área de informática básica chegarão ao mercado de trabalho. Esse feito deve-se a parceria da Prefeitura de Pirambu, através da Secretaria Municipal de Educação e o Senac. Com duas turmas de 15 alunos, o curso de informática vem sendo realizado no período da manhã de segunda a sexta-feira, no povoado Marimbondo, e é ministrado pelo professor Emanuel Azevedo. Os alunos recebem aula de informática básica, introdução a informática, sistema operacional, windows sete, editor de texto, editor de planilha, editor de slide, word, Excel, power point e internet, pontos essenciais para o mercado de trabalho.

FORMATURA II
O curso está sendo voltado aos produtores e trabalhadores rurais com faixa etária a partir dos 16 anos. Ao término, todos receberão o certificado com validade em todo o território nacional. "O que estamos fazendo é dando mais um passo em busca da melhoria da qualidade de vida da nossa população. Assim como esse curso onde estamos formando cerca de 30 novos profissionais, em 2013 em parceira com Pronatec, conseguimos formar mais de 800 profissionais", disse o prefeito Élio Martins (PSC), que não tem medido esforços na busca da qualificação da mão de obra dos jovens e adultos do município de Pirambu.