Ação cultural marca aniversário do ECA

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 12/07/2012 às 14:34:00

Amanhã, 13, o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) completa 22 anos e é de forma lúdica que Sergipe vai comemorar a data lembrando os desafios de entendimento e aplicação da Lei 8069/90 na sociedade.      

O Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (CEDCA/SE) organizou a comemoração com a apresentação do espetáculo "Mala Sem Alma" do Coletivo Teatro de Mala. As apresentações abertas ao público em geral acontecem nesta quinta-feira, 12, e amanhã, às 19h30.

A peça é uma coletânea de contos do autor Ewertton Nunes, também responsável pela concepção e direção do trabalho. Os contos mostram de forma poética a realidade do abuso sexual contra a criança e o adolescente, o trabalho infantil e a violência doméstica, fazendo refletir fortemente sobre direitos humanos de crianças e adolescentes.

A peça "Mala Sem Alma" tem conquistado notoriedade no Estado de Sergipe, consolidando o Coletivo Teatro de Mala como um grupo que sabe integrar de forma muito responsável arte, educação e responsabilidade social.

Caráter pedagógico - Para Danival Falcão, presidente do CEDCA/SE, a parceria com o coletivo tem oportunizado que temas como o enfrentamento ao trabalho infantil e à violência sexual e doméstica contra a criança e o adolescente façam parte das discussões pedagógicas na escola.

"A escola é um espaço privilegiado para trabalhar a prevenção através da reflexão e reação à violação de direitos. É preciso cumprir o que diz a legislação em seu artigo 245, quanto à notificação compulsória ou obrigatória por parte dos profissionais da educação e da saúde. A esses compete noticiar violação de direitos contra crianças e adolescentes. Da mesma forma, estimular alunos a se tornarem protagonistas e disseminadores de seus direitos", explica Danival Falcão.

Debates - Uma delegação sergipana também representará o estado em debates que estão acontecendo em Brasília. A data será lembrada na 9ª Conferência Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, que começou ontem, 11, e irá ate sábado, 14.

Este ano o objetivo do evento é continuar mobilizando grupos que constituem o sistema de garantia de direitos da infância e da juventude, e a população em geral para implementação e monitoramento da política e do Plano Decenal.

Em Sergipe, as Conferências Territoriais  e Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente que antecederam ao evento nacional aconteceram em maio. As etapas preparatórias organizaram debates durante as Conferências Territoriais que mobilizaram municípios sergipanos.