Curta-SE traz como tema o conceito de felicidade em sua 14ª edição

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 16/08/2014 às 00:34:00

Entre os dias 8 e 13 de setembro, o Festival Iberoamericano de Cinema de Sergipe (Curta-SE) discute o conceito de felicidade como o assunto central da 14ª edição. O tema "Felicidade é" surgiu a partir de uma leitura acerca do conceito 'FIB' - Felicidade Interna Bruta - criado em 1972 pelo rei butanês Jigme Singya Wangchuck para retratar a realidade de seu país. Na época, o rei foi questionado sobre não acompanhar o modelo de desenvolvimento ora apregoado como "correto". Mas, desde então, a FIB tem chamado a atenção de um número cada vez maior de pessoas e será discutido no Curta-SE 14.

De acordo com a diretora Executiva do Festival, Rosângela Rocha, trabalhar esse conceito remete a uma visão holística de diversos aspectos da sociedade. "A Felicidade Interna Bruta, quando compreendida na prática, revela uma grande capacidade de promoção do bem-estar social, ambiental e cultural. Ela foi desenvolvida a partir de uma visão holística e sistêmica e se revela muito mais que uma mera linha de pensamento: trata-se de uma estrutura calcada na ciência e no empirismo, que sugere que a busca pelo proclamado 'desenvolvimento sustentável' seja orientada por um caminho de desenvolvimento psicológico, cultural e espiritual", destaca.

O conceito foi desenvolvido após três conferências realizadas no Centro de Estudos do Butão, as quais reuniram economistas e cientistas empíricos de vários países para identificar os fatores primordiais para a felicidade - abrange nove dimensões: bem-estar psicológico, saúde, uso do tempo, vitalidade comunitária, educação, cultura, meio ambiente, governança e padrão de vida.
 "Elegemos esse tema após a participação na Rio+20, quando tivemos acesso ao conceito, que a priori ficou engavetado, enquanto pensávamos e desenvolvíamos as ideias de sustentabilidade. Hoje, entendemos que ambos são intrínsecos. Durante a discussão sobre desenvolvimento sustentável, o conceito de FIB já tinha sido aclamado como inevitável para uma nova concepção de desenvolvimento, em que o PIB perderia sua força como única referência", afirma.

Rosângela ainda destacou que mostrar a FIB é uma sequência dos temas que vem sendo trabalhados nas edições do Festival. "O Curta-SE traz um assunto para chamar a atenção de como poderemos contribuir com nossa reflexão no mundo, que já trouxe, em 2012, 'O Futuro que Queremos', em 2013, "Cidades Criativas", desta vez, traz 'Felicidade é...', para que as pessoas se percebam os fatores primordiais para a felicidade que quer para si e para os outros", explica a diretora.
Durante a semana na qual será realizado o Festival, o universo audiovisual servirá como meio de discussão sobre o tema. "O cinema será instrumento de condução dos temas retratados no conceito de Felicidade, através da campanha publicitária e pelas ações culturais a que soma o Curta-SE".