Inadimplência cresce 19,1%

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 12/07/2012 às 14:44:00

A inadimplência dos consumidores cresceu 19,1% no primeiro semestre deste ano, na comparação com o mesmo período do ano passado. De acordo com o Indicador Serasa Experian divulgado ontem, na comparação anual, entre junho deste ano e o mesmo mês de 2011, houve crescimento de 15,4%. Já na comparação mensal, junho contra maio deste ano, o índice teve queda de 0,5%.

Para os economistas das Serasa Experian, a renda do consumidor está comprometida, principalmente com dívidas caras (cheque especial e rotativo do cartão de crédito) e de alto valor (veículos e imobiliárias), o que leva a um descontrole no gerenciamento da situação. Segundo um levantamento da Serasa, em média, cada inadimplente carrega quatro dívidas não honradas e 60% dos inadimplentes têm dívidas acima de 100% de sua renda.

Ainda de acordo com os economistas, é importante destacar que o patamar da inadimplência poderia ser superior, mas a evolução da renda e o desemprego baixo estão atenuando este cenário.

A inadimplência com os bancos puxou a alta do índice com variação de 8,8% e contribuição de 22,1%, enquanto as dívidas não bancárias (cartões de crédito, financeiras, lojas em geral e prestadoras de serviços como telefonia e fornecimento de energia elétrica e água) apontaram crescimento de 21,6%.