'Folcloriando na Terra do Caju'

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Os diversos contextos da cultura e história sergipana
Os diversos contextos da cultura e história sergipana

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 02/09/2014 às 00:56:00

Depois do sucesso da temporada de 'Zé, o menino que queria ser peixe', mais um espetáculo teatral será apresentado todos os sábados do mês de setembro no átrio do Museu da Gente Sergipana. Com a promoção do Café da Gente e o apoio do Instituto Banese e do Museu da Gente, a Cia História Encena apresentará a peça 'Folcloriando na Terra do Caju'.
Encenado pela Cia História Encena, 'Folcloriando na Terra do Caju' cria o universo de seres e acontecimentos através de uma divertida história sobre os principais elementos que compõem o folclore. Utilizando-se de técnicas de comédia Dell'arte, a peça é um drama com personagens jacosos e satíricos cuja finalidade principal é provocar o riso e a reflexão.

Na peça, o folclore está cansado com o descaso das pessoas e por isso resolve que não quer mais existir, e com essa decisão toda magia dos mitos, folguedos, lendas, artesanato e literatura somem junto com ele. Polvorosos essas criaturas ganham vida e tentam convencer o folclore de uma decisão contrária. E em meio a muita confusão, contos, ritmos e tradição é que vamos ficar convencidos como é bom folcloriar na terra do caju.
O espetáculo está em cartaz desde 2011. As apresentações da temporada acontecerão nos dias 6, 13, 20 e 27 de setembro, às 17 horas, no átrio do Museu da Gente Sergipana.

Cia História Encena - A cia de teatro foi criada há 6 anos por um grupo de atores e historiadores que tem como pauta de seu projeto artístico trabalhar contextos da cultura e história sergipana, destacando-se no cenário nacional pelo ineditismo da proposta e sua concepção estética. Em seu bojo os trabalhos que mais tiveram destaque foram: Um Grito de Liberdade: a cabana do pai Tomaz, Na Praia, 1855 e Folcloriando na Terra do Caju, reunindo mais de 5 mil expectadores.