Campanha em prol de Brenda consegue reforma de quarto para Home Care

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 03/09/2014 às 02:14:00

A criança de quatro anos portadora de encefalopatia crônica grave e hidrocefalia, Brenda Merielly Barbosa Bittencourt, está cada vez mais perto de voltar para casa. A menina está internada na UTI Pediátrica do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), desde 2012.

Brenda necessitava de uma UTI em casa em virtude do seu estado de saúde. Angustiada, a mãe recorreu a Defensoria Pública do Estado para conseguir uma Home Care. Os defensores públicos do Núcleo da Saúde ingressaram com uma ação Condenatória com Pedido de Antecipação de Tutela em face do Estado de Sergipe e Município de Aracaju e o juiz concedeu a liminar.

Após uma campanha realizada pela Defensoria e divulgada através da assessoria de comunicação na mídia escrita, falada e televisiva, a mãe da menina Cátia Regina Coelho Barbosa informou que dois empresários doaram o teto, piso, porta, janela e mão de obra de pedreiro, restando apenas o ar condicionado e poltrona para a enfermeira que ficará de plantão.
"Foi uma grande benção essa doação. Foram mais dois anjos na vida de minha filha que foram na minha casa. Não tenho como agradecer aos doadores, a Defensoria Pública e a todos da imprensa que divulgaram a campanha enviada pela assessora Débora. Só falta pouco para que Brenda volte para casa que é o ar condicionado e a poltrona. Que Deus continue tocando no coração dos empresários e das pessoas que queiram ajudar com doação do material que está faltando", conclama emocionada.

Transferência - Cátia Regina disse que foi informada da transferência de Brenda para uma enfermaria no último dia 23. "A médica me disse que Brenda iria sair da UTI para a enfermaria, garantindo que iria continuar dando assistência. Mas como Brenda pode ter a mesma assistência de uma UTI em uma enfermaria? Ele não pode sair da UTI porque a enfermaria não tem a mesma estrutura. A Defensoria conseguiu a Home Care e fizemos uma campanha para adaptar o quarto dela e agora recebo essa notícia. Ela deve ser transferida para nossa casa quando for instalada a Home Care, que graças a Deus está próximo. Como é que a menina necessita de uma UTI em casa e eles vão transferir para uma enfermaria? Estou muito preocupada e não consigo dormir direito temendo pela vida dela", disse indignada.
Quem poder doar é só entrar em contato com Cátia Regina através dos telefones: 79.9834.5444 ou 3253.3241. Se preferir poderá fazer a doação através de depósito identificado no Banco Banese, agência 011, conta poupança 01.028895-0.