Gilson alerta para demolições na Praia do Saco

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 03/09/2014 às 02:16:00

Revelando sua intensa preocupação com a empregabilidade, avanço da economia e desenvolvimento de Sergipe, o deputado estadual Gilson Andrade (PTC) disse na manhã desta terça-feira (02), que a derrubada de casas e construções importantes na Praia de Boa Viagem (Saco) em Estância, Sul do Estado, é um ato nocivo à população local. Gilson alerta que naquelas residências há muitas pessoas trabalhando, como babás, caseiros, cozinheiras e outros profissionais. O parlamentar considerou infeliz a posição do Ministério Público ao impetrar ação judicial pela derrubada, obtendo liminar do Juiz Rafael Souza da 7º Vara.

"Com relação ao tráfego de veículos na praia, consideramos justo que esse ato seja extinto. Ainda em relação à presença de entulhos ou qualquer outro obstáculo que impeça o acesso à praia, entendemos que não deve existir. No entanto, com relação às casas já estruturadas, pousadas e restaurantes, se demolidos, vão, sem dúvida causar um impacto negativo na economia local", observa Gilson Andrade.

O parlamentar deixou claro que se deve encarar com seriedade a proibição de novas construções no local, mas avalia como precipitada a decisão judicial de derrubar as construções ali erguidas que povoam o local, valorizam o litoral, incentivam o turismo, a cultura e a religiosidade. "Lá existe uma igrejinha construída pelos Jesuítas. É um absurdo que seja posta abaixo quando deveria, sim, ser tombada como patrimônio da humanidade", considera o deputado.

A liminar é clara e afirma que no prazo de 60 dias devem ser demolidas todas as casas e, ainda, quiosques e bares que impeçam o acesso à praia. Para Gilson tanto o poder municipal quanto o estadual e federal devem se manifestar quanto à questão. "Deve haver posicionamento para que essa liminar seja suspensa. Caso isso não ocorra em breve, teremos um povoado desabitado em Sergipe, e muitas pessoas sofrendo com o desemprego", alerta o deputado.