OS BILHETES DE GETÚLIO VARGAS

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 07/09/2014 às 00:28:00

Semana passada estiveram na Segrase o presidente do Tribunal de Contas Carlos Pinna e o médico Francisco Baptista Filho. Foram recebidos pelo diretor presidente Jorge Carvalho e os diretores Milton Alves e Carlos Alberto. Trataram do lançamento de dois livros pela editora já consagrada pela qualidade e importância das obras que tem publicado. Francisco Baptista é filho do ex-governador e ex-senador Lourival Baptista, que, ha cinquenta anos, recebeu do ex-senador por Sergipe Lourival Fontes, uma caixa, pedindo-lhe que só fosse aberta depois de 30 anos. Lourival morreu e a caixa não tinha sido aberta, foi encontrada pelos seus filhos, e nela a surpresa de centenas de bilhetes trocados entre o presidente e seu Chefe da Casa Civil, documentos de grande valor histórico. Os bilhetes foram analisados pela diretora do CEPEDOC Celina Vargas, neta de Getúlio, que sugeriu a sua publicação. Já digitalizados, cada bilhete será contextualizado, ou seja, relacionado com a época e as circunstancias em que foram escritos, isso, feito por uma equipe de historiadores. A publicação já autorizada pelo governador do estado ficará a cargo da Editora de Sergipe. Carlos Pinna, quer também, no próximo ano, o centenário de Lourival Baptista, que criou o Tribunal de Contas, fazer uma homenagem ao ex-governador, e entre elas, constará a publicação de um livro sobre as ações do político que por muitos anos marcou a vida pública sergipana. Na reunião tudo ficou combinado depois de uma troca de ideias e aceitas as sugestões apresentadas por Jorge Carvalho que é também historiador.