JB PERGUNTOU E AMORIM NÃO DEU A RESPOSTA

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 20/09/2014 às 18:12:00

O candidato à reeleição Jackson Barreto fez a pergunta que os jornais publicaram. Por que o seu opositor Eduardo Amorim não incluiu na declaração de bens que fez à Justiça Eleitoral o apartamento de alto nível onde mora? E JB perguntou ainda por que o irmão e líder político do candidato ao governo, o homem de negócios Edivan Amorim também não incluiu em declaração semelhante o luxuosíssimo apartamento onde reside. Certamente, os dois terão como explicar a omissão ou desnecessidade de declarar os imóveis, mas, como todo homem público especialmente os que são candidatos têm a obrigação de prestar contas à sociedade , o silêncio dos dois soou um tanto estranho.

Talvez a pergunta feita por Jackson Barreto fosse exatamente a oportunidade exata para que os dois irmãos dessem as respostas que os eleitores sergipanos deles esperam.  Seria tão somente a explicação sobre a relação dos imóveis que utilizam, e que, de acordo com as declarações por eles mesmos prestadas, não constam como patrimônio pessoal. A natural curiosidade pública despertada em relação a esse comportamento seria dissipada se os dois irmãos apresentassem detalhadamente a lista de pessoas às quais pertenceria todo esse patrimônio que eles usufruem.  
As pessoas comuns que todos os anos fazem suas declarações de renda sabem das complicações que surgem quando qualquer rendimento ou imóvel deixa de constar da relação que entregam à Receita Federal.