Setor elétrico reforça plantão para eleições

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 03/10/2014 às 00:41:00

Yara Aquino
Agência Brasil

As eleições terão esquema de plantão reforçado pelas distribuidoras e transmissoras de energia elétrica entre as 17h de sábado (4) e as 7h de segunda-feira (6). Serão 63 distribuidoras de energia de plantão, sob a coordenação de órgãos como a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). As ações serão acompanhadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e foram discutidas ontem (2) em reunião no Ministério de Minas e Energia.

O objetivo é redobrar as condições de segurança, de acordo com o secretário executivo do Ministério de Minas e Energia, Márcio Zimmermann. "Essas ações implicam essas 63 distribuidoras trabalharem em regime de alerta total, ao mesmo tempo que as transmissoras que operam as linhas. Essas ações são acompanhadas pelo TSE de forma que, havendo qualquer situação não prevista, o atendimento ocorra da maneira mais rápida possível", explicou em entrevista após a reunião. Ele lembrou que reforços semelhantes ocorrem em ocasiões como festas de fim de ano e eventos como a Copa do Mundo.
Perguntado sobre os riscos de apagões no dia das eleições, Zimmermann afastou a possibilidade e destacou o satisfatório grau de confiabilidade do sistema brasileiro. "Tenho certeza que o esforço de todas essas equipes do setor elétrico vai garantir a tranquilidade de que o país precisa neste dia tão importante", explicou.

Para as eleições deste domingo (5), aproximadamente 142 milhões de brasileiros estão aptos a ir às urnas escolher seus representantes. O maior número de pessoas aptas a votar está na Região Sudeste (43,44%), seguida do Nordeste (26,80%), Sul (14,79%), Norte (7,57%) e Centro-Oeste (7,17%).