Empresa ceramista investe em ampliação de unidade sergipana

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 14/10/2014 às 00:23:00

Mais uma vez a política de incentivos e fomento da promoção industrial do governo, o Programa Sergipano de Desenvolvimento Industrial (PSDI), tem a sua eficácia comprovada: a cerâmica Escurial investirá R$ 70 milhões em duas novas linhas de produção, bem como de uma nova unidade de processamento de argilas.
Com sede em Nossa Senhora de Socorro, a Cerâmica Escurial aproveita os benefícios do PSDI para ampliar sua atuação em Sergipe e no Nordeste. De acordo com o presidente da indústria, Sadi Paulo Castiel Gitz, o incremento produtivo até o final da implantação da segunda linha será de 1.600.000 m²/mês. "Além da expansão de 2,6 vezes da atual capacidade produtiva serão instaladas as mais novas tecnologias de impressão digital possibilitando um inovador design de toda a linha de produtos", revelou.

Segundo o geólogo e diretor de Recursos Minerais (DRM) da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Sergipe (Codise), Johélino Magalhães do Nascimento, após a implementação dessas novas linhas da cerâmica, Sergipe será o estado do Nordeste com maior produção de revestimentos cerâmicos. "Teremos a atração de novos investimentos na cadeia de fornecedores do setor, aumento a oferta de novos empregos, bem como a arrecadação tributária", disse.

O secretário do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec), Saumíneo Nascimento, ressalta que o governo de Sergipe possui um projeto denominado de 'Eficiência Energética com Uso Sustentável dos Recursos Florestais nas Cerâmicas de Sergipe'. "O projeto é do Governo estadual e tem como objetivo compor uma ação institucional de capacitar consultores e gestores sergipanos, voltada para uma produção mais limpa em indústrias ceramistas de Sergipe", comentou, acrescentando que o mais importante é que este empreendimento insere-se na lógica de Produção Mais Limpa, contribuindo para gerar mais emprego e renda para a população sergipana.

A empresa iniciou suas operações industriais em 1993 e, a partir daquele ano, vem continuamente procedendo a ampliações e modernizações da sua unidade de fabricação de cerâmicas esmaltadas, de modo a acompanhar a evolução tecnológica e comercial do setor. Desde o início do seu funcionamento, a empresa expandiu a sua capacidade de produção em dez vezes, passando de 100.000m² para 1.000.000m², por mês. Esse histórico percorre uma trajetória de contínua expansão industrial.  Após quatro anos, a Escurial implantou uma segunda linha de produção, modernizando o parque fabril, e assim conseguiu quadruplicar o volume produtivo para 400.000m²/mês.