BATALHA VENCIDA

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 16/10/2014 às 00:17:00

Os deputados federais aprovaram nessa terça-feira (14), a Medida Provisória 651 - transformada no Projeto de Lei de Conversão 15 (PLV) - que inclui artigo ampliando em mais quatro anos o prazo para a substituição dos lixões por aterros sanitários. A mudança é uma das bandeiras do movimento municipalista, que tem a frente a Confederação Nacional dos Municípios (CNM) e as entidades estaduais.

A Federação dos Municípios do Estado de Sergipe (Fames), através do presidente Antônio Rodrigues, o Tonhão de Monte Alegre, teve uma importante participação em mais esta etapa da luta das prefeituras. O projeto não entraria em pauta na sessão de terça, mas, diante da pressão colocada pelos gestores, em especial por Tonhão, que pediu a contribuição do deputado André Moura (líder do PSC na Câmara). Prontamente o parlamentar ajudou a convencer os colegas de plenário da importância do projeto, colocando o artigo novamente em pauta.

Antes da votação, o presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), chegou a anunciar a retirada de 11 artigos do texto por considerá-los estranhos ao tema original da MP. Mais a força da união dos presidentes das entidades e da CNM, Paulo Ziulkoski, além da mobilização com os líderes dos partidos e da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), além de contatos de dirigentes de entidades estaduais, conseguiu convencer os parlamentares da necessidade de reinclusão do artigo.

Com a aprovação, a medida provisória deve ser enviada ainda nesta semana para votação no Senado, onde terá de ser aprovada até 6 de novembro, data em que perderá a validade. Se o Senado aprovar, o texto será enviado para sanção presidencial. "Precisamos continuar acompanhado o desenrolar desta história. O objetivo é que não haja mudança no texto aprovado na Câmara, evitando assim que ele volte para apreciação dos deputados", explica Tonhão. A votação pelo plenário do Senado deve ser marcada para o dia 18 de outubro.

GLAUCOMA I
Na tarde da ultima terça-feira (14), médicos, enfermeiros, auxiliares, agentes de saúde e demais profissionais da área de saúde do município, participaram de uma palestra realizada pela Prefeitura de São Cristóvão, através da Secretária de Saúde Municipal e em parceria com o IOSE (Instituto Oftalmológico de Sergipe). Durante a palestra proferida pela Gerente do Programa de Combate ao glaucoma, Betânia Oliveira, falou-se dos malefícios que o glaucoma traz, e que pode prejudicar uma vida inteira "A visão influencia na qualidade de vida, em vários aspectos, seja emocional, físico, psicológico, então tratar e prevenir a cegueira causada pelo glaucoma é o melhor caminho" enfatizou gerente.

GLAUCOMA II
A Secretária de saúde municipal firmou parceria com o IOSE, trazendo para o município, ações já existentes em outras cidades do Estado. De inicio, a prioridade é o Programa de Combate as causas de cegueira por glaucoma, que tem afetado boa parte da população no Brasil. Para o Secretário de saúde, Fernando Rodrigues, a implantação do programa beneficiará todos os munícipes: " É com grande alegria que daremos andamento a esse programa, que visa diagnosticar o glaucoma e tratá-lo através de exames que serão realizados gratuitamente para toda população." Nos próximos dias 13 e 14 de novembro,  a Secretária de saúde do município, estará com um mutirão para realização de exames que possam diagnosticar o glaucoma.