Série D conhece os quatro promovidos à Série C: Londrina, Confiança, Tombense e Brasil-RS

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
A equipe do Londrina-PR detém o melhor aproveitamento técnico na Série D e enfrenta o Brasil-RS
A equipe do Londrina-PR detém o melhor aproveitamento técnico na Série D e enfrenta o Brasil-RS

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 21/10/2014 às 00:04:00

Foram definidas neste domingo 19, as quatro equipes que conquistaram o acesso a Série C do Brasileiro em 2015. Pela volta das quartas-de-final da Série D, Brasil-RS, Tombense, Londrina e Confiança garantiram a subida de divisão. Os gaúchos garantiram a vaga na terceira divisão da forma mais emocionante: nos pênaltis. O goleiro Eduardo Martini foi o grande heroi da tarde ao defender duas cobranças.

Os times agora seguem na disputa pelo título. O Londrina enfrentará o Brasil-RS, enquanto Tombense e Confiança decidem o outro finalista. Paranaenses e sergipanos farão o segundo jogo dentro de casa por terem feito melhor campanha na somatória das fases.  Emoção - No Serejão, em Taguatinga, o Brasil-RS mostrou raça gaúcha ao garantir a classificação jogando com o regulamento embaixo do braço. O time gaúcho foi derrotado por 2 a 1, mesmo placar do primeiro jogo, mas venceu nos pênaltis por 4 a 3.

Correndo atrás da desvantagem, o Brasiliense partiu para cima do Brasil-RS e conseguiu abrir 2 a 0 ainda no primeiro tempo. Antes do intervalo, porém, os gaúchos diminuíram. O resultado levava a partida para os pênaltis. O segundo tempo foi amarrado, cheio de confusões entre os jogadores e a decisão foi para as penalidades.

Os veteranos Fábio Braz e Baiano pararam no camisa 1 adversário. Coube ao meia Rafael Forster marcar o gol decisivo e garantir a festa dos pelotenses, que voltam a disputar a Série C após cinco anos - a última vez foi em 2010.

Tranquilidade - Em situação bem mais tranquila, o Londrina jogou sem grande responsabilidade e empatou sem gols com a Anapolina, para garantir a vaga diante sua torcida no Estádio do Café. Na partida de ida, o time do Paraná havia vencido por 2 a 0 e poderia perder por até um gol de diferença. O acesso coroa a excelente temporada do Londrina. Campeão paranaense, o time, comandado por Claudio Tencatti há três anos e meio, foi até a terceira fase da Copa do Brasil e agora jogará a Série C.

O Confiança também teve vida tranquila. Sem sustos ou preocupação, o time sergipano empatou sem gols com o Jacuipense, no Presidente Médici, em Itabaiana, para carimbar o acesso. Os sergipanos carregaram grande vantagem, pois haviam vencido por 2 a 0. O Confiança, que disputou a elite do Brasileirão durante as décadas de 70 e 80, é o único nordestino a conseguir subir este ano.
Mesmo com a vantagem de jogar pelo empate, o Tombense fez pressão desde o início e derrotou o Moto Club, por 2 a 0, no Estádio Antônio Guimarães, em Tombos, para carimbar a vaga. Na ida, as equipes haviam empatado por 2 a 2.