TRANSPORTE EM ITAPORANGA

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 11/11/2014 às 00:34:00

A população de Itaporanga D'Ajuda fechou a BR 101 por quase cinco horas em protesto a falta de ônibus para o município. Os manifestantes explicaram que serviço oferecido é de péssima qualidade, com veículos velhos, sem a higiene necessária e pneus carecas, e que a situação se agravou depois da greve dos motoristas da empresa São Pedro. A ação foi pacífica e necessária.

Enquanto os moradores protestavam, a prefeita Maria das Graças, conhecida como Gracinha, estava na Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano (Sedurb), juntamente com uma comissão formada por representantes do povo, para discutir o problema com técnicos do órgão. Na reunião, que já estava marcada há uma semana, o grupo solicitou melhorias no sistema de transporte intermunicipal, como carros novos, aumento da frota que faz a linha Aracaju/Itaporanga - principalmente nos horários de pico - e fiscalização eficaz tanto do serviço quanto do valor cobrado pelas empresas.

Essas mudanças já foram cobradas pela prefeita Gracinha em 2013. Algumas melhorias significativas foram feitas, mas a situação voltou a piorar. "Nossa obrigação é buscar que as autoridades responsáveis encontrem uma solução, pois a população não pode sair prejudicada", ressaltou a gestora. Depois da reunião, ficou determinado que a empresa São Pedro não faz mais a linha de Itaporanga, sendo substituída pela Coopertalse, que disponibilizará 10 novos ônibus.

"Os seis ônibus da São Pedro tinham capacidade para 46 passageiros, e os da Coopertalse comportam 40 lugares. Será um aumento relevante", esclareceu. Ficou decidido também que haverá um reforço na frota aos domingos, no retorno para Aracaju, e que o horário do último ônibus a sair de Capital com destino a Itaporanga será às 22h30. Atualmente, 20 ônibus em média atendem Itaporanga, sendo 15 da Coopertalse e cinco da Coopetaju.

CANCELADO
Em respeito e solidariedade às vítimas de afogamento na barragem de Areia Branca, a prefeita Acácia Sousa cancelou as festividades alusivas às comemorações dos 51 anos do município que seriam realizadas nesta terça (11), com shows artísticos na praça principal. A Secretaria de Ação Social está fazendo todo o acolhimento necessário aos familiares envolvidos nessa tragédia.

EMERGÊNCIA
A Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil reconheceu nesta sexta-feira (07) a situação de emergência em mais dois municípios sergipanos: Monte Alegre e Nossa Senhora da Glória, devido à estiagem. A decisão publicada no Diário Oficial da União dessa sexta-feira (07) também reconhece a situação de emergência em cidades de Minas Gerais, Rio Grande do Sul e São Paulo, por conta de desastres naturais. Os moradores de Monte Alegre e Nossa Senhora da Glória sofrem com a seca na região. Em outubro, o município de Poço Redondo já tinha tida a situação de emergência reconhecida pela Defesa Civil. O reconhecimento da situação de emergência se faz necessário para que os locais afetados recebam ajuda federal de assistência às vítimas e outras situações que exijam ação imediata.