Bandidos invadem Usina Pinheiro e roubam funcionários

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 18/11/2014 às 09:58:00

Um grupo de mais de 70 cortadores de cana foi traumatizado por um violento assalto ocorrido na noite de sexta-feira na Fazenda Brejo, onde ficam os alojamentos dos funcionários da Usina São José do Pinheiro, em Laranjeiras (Vale do Cotinguiba). Segundo relatos, seis homens encapuzados chegaram ao local por volta das 20h e desligaram a energia elétrica dos alojamentos, quando os trabalhadores se preparavam para dormir. Em seguida, os bandidos arrombaram as portas dos alojamentos e obrigaram as vítimas a entregar todos os seus pertences, incluindo o dinheiro do pagamento do salário quinzenal, que eles haviam recebido horas antes.

Estima-se que os marginais teriam levado entre R$ 12 mil e R$ 15 mil em dinheiro, celulares e objetos. Depois de recolher os pertences, os bandidos ainda balearam um dos cortadores de cana, o qual saiu ferido com um tiro na perna. Ele foi socorrido posteriormente e levado a um pronto-socorro na sede de Laranjeiras, onde foi medicado e liberado na manhã de sábado. Os bandidos ainda ameaçaram voltar à fazenda para matar os funcionários, caso eles denunciassem o assalto à polícia. Após o crime, o bando fugiu a pé, por uma estrada de chão batido, em direção à uma rodovia.

O crime foi registrado na tarde de sábado pela Delegacia Plantonista (Deplan) e já começou a ser investigado pela Delegacia de Laranjeiras. A expectativa é de que os funcionários da Usina Pinheiro prestem depoimento ao longo da semana. Uma das suspeitas da polícia é de que os bandidos teriam conhecimento da rotina da usina ou podem ter recebido informações de alguém que já tenha passado por lá. Outra hipótese é de que os criminosos teriam acessado os alojamentos andando por matagais, canaviais ou estradas de terra, já que as vítimas relataram não ter ouvido nenhum barulho de carros. A Pinheiro é uma das principais produtoras de cana-de-açúcar do Estado.