Anvisa suspende venda de suplementos alimentares

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 18/11/2014 às 09:58:00

Após questionamentos do Ministério Público Federal em Sergipe (MPF/SE) e de denúncias de consumidores de vários estados, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a venda de suplementos alimentares, indicados a pacientes ou a pessoas que praticam atividade física, que estavam em desacordo entre as informações apresentadas nos rótulos e a quantidade real de substâncias vendidas.

O inquérito instaurado pelo MPF/SE, depois das investigações realizadas junto à Anvisa e aos órgãos de vigilância sanitária dos estados e municípios, foi encaminhado para a Procuradoria da República de São Paulo (PR/SP) e de Minas Gerais (PR/MG) para apuração da fraude praticada contra o consumidor, já que as fabricantes acusadas estão localizadas nesses estados.
Segundo a procuradora Regional da República Gicelma Santos do Nascimento, "os consumidores que identificarem que os suplementos estão à venda devem comunicar à vigilância sanitária do seu estado ou do seu município, pois tais produtos não podem ficar expostos".