Uma revista no meio do caminho

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Para comer com os olhos
Para comer com os olhos

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 18/11/2014 às 10:06:00

Rian Santos
riansantos@jornaldodiase.com.br

Em tempo. A Editora Diário Oficial do Estado de Sergipe (Edise) completou ontem, 17 de novembro, cinco anos de dedicação à inteligência da aldeia. A data tinha tudo para passar em brancas nuvens - ao menos, no que diz respeito ao modesto recorte realizado por força de ofício, todo santo dia, por este que vos fala. Mas havia uma revista no meio do caminho.

Nunca me esquecerei desse acontecimento na vida de minhas retinas tão fatigadas. Folhear a Cumbuca, publicação bissexta, sem periodicidade muito bem definida, editada com muita manha pelo jornalista Amaral Cavalcante, é como dar pasto aos rangidos de uma janela pesada e arejar o ambiente crítico no qual a ideia de uma pretensa sergipanidade ainda se esforça para vingar e se fazer conhecida dos nossos. Uma rajada oportuna, informação prenhe de agoras e saudades, traços ligeiros e as interferências dos dias, o lodo do mangue no umbigo de nossa gente.

Não bastasse o conceito por trás do impulso, a primeira publicação de relevo com uma linha editorial enraizada nos valores locais, há ainda um apuro gráfico sem precedentes por essas bandas. Para se comer com os olhos. Nenhuma outra publicação local foi tão longe sem arredar o pé do próprio quintal.
As seis edições já lançadas ainda são pouco para o que pode render a Cumbuca de Amaral Cavalcante. Que venham 666, portanto. Sob o signo da besta. Exigindo rocks.

Edise - Com o intuito de desenvolver uma política cultural de Sergipe centrada na produção literária do estado, a Edise contabiliza mais de 50 publicações entre livros e revistas, que contribuem para divulgação de obras dos mais diversos segmentos do conhecimento - educação, filosofia, desenvolvimento tecnológico, economia, história, personalidades, cultura.
Para o presidente da Segrase, Jorge Carvalho do Nascimento, a Editora Diário Ofical de Sergipe - Edise - cumpre com uma função suplementar de auxilio a política cultural do governo do estado. "Nestes últimos 5 anos  a Edise tem feito um trabalho com dedicação e afinco  para os autores que tem publicado os livros aqui no nosso acervo".

Idealizada e estimulada pelo ex-governador Marcelo Déda, a Edise ao longo desses anos cumpre o seu papel ao editar obras com um padrão de qualidade elevado, além de incentivar o leitor a aproximar-se da cultura do estado. "Foi do ex-governador Marcelo Déda que nós recebemos o aval maior para que pudéssemos construir a Editora Diário Oficial de Sergipe - Edise", destaca o diretor Industrial, Mílton Alves.
 "Percebemos que era necessário abrir espaço para os autores romancistas, contistas e outros estudiosos. Porque o objetivo da Edise é oferecer aos autores sergipanos a oportunidade de lançarem suas obras no mercado literário,  proporcionando a visibilidade extraordinária dos autores quando nos posicionamos em feiras de livros", enfatiza o diretor.

"A Editora Diário Oficial de Sergipe tem muito que comemorar, pois cresceu e produziu em grande quantidade e qualidade, durante esses cinco anos de existência, ressaltou a gerente da Editora", Sônia Pedrosa.
A revista Cumbuca que já está em sua 6ª edição, é editada pela Edise e presenteia o público com temas ligados a atualidades, peculiaridades do Estado, cultura, teatro, música, poesia... enfim, informação que fomenta a leitura naqueles que cultivam o hábito de ler bons assuntos. Cumbuca já está a venda nas livrarias e bancas de revista.