Governador da Paraíba defende agilização de obras do São Francisco

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 20/11/2014 às 10:55:00

Paulo Victor Chagas
Agência Brasil

O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, conversou ontem (19) com a presidenta Dilma Rousseff sobre o andamento das obras da transposição do Rio São Francisco. Em encontro no Palácio do Planalto, ambos manifestaram intenção de agilizar os trabalhos e reiteraram que as obras não podem parar.
Segundo Coutinho, o terceiro eixo da transposição na Paraíba está sendo analisado e precisará de investimentos de cerca de R$ 200 milhões. Ele informou que essa proposta objetiva incluir o Vale do Piancó no projeto e precisa estar prevista no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).
De acordo com Coutinho, a complementação dos investimentos é necessária para que o estado fique entre aqueles em que as águas do São Francisco sejam mais bem distribuídas. Ele explicou que o vale, no sul da Paraíba, é uma região rica em fertilidade agrícola.
O governador disse também que pediu à presidenta novos auxílios emergenciais para enfrentar situações de seca no curto prazo e que ela ficou de discutir o assunto com o Ministério da Integração Nacional. "Esse auxílio é fundamental. Eu não discuti valores. Disse que o estado está à disposição para discutir e compor qualquer repactuação que o governo federal queira."

Coutinho destacou ainda que, apesar da prisão de diretores e presidentes de algumas das maiores empreiteiras do país na última sexta-feira (14), as obras que estão em curso em todos os estados não devem ser paralisadas. Segundo ele, na Paraíba, mais três cidades ficaram sem água domingo (16): Desterro, Cacimbas e Livramento. "Eu expressei o meu ponto de vista, que é o ponto de vista dela [presidenta Dilma], que o governo já vem dizendo há algum tempo: 'não dá pra parar o país'", afirmou.
"A presidenta expressou, por diversas vezes, seu interesse, sua vontade de saber quando as obras serão concluídas, querendo agilidade das obras. Que é o que qualquer gestor responsável quer: conclusão das obras. E uma das obras mais significativas para o Nordeste, historicamente falando, é efetivamente a transposição do São Francisco", acrescentou o governador, lembrando o prazo para conclusão do empreendimento é 2016.