Cruzeiro é bicampeão brasileiro e Criciúma, o primeiro time rebaixado

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Jogadores do Cruzeiro comemoram o titulo de bicampeão brasileiro, conquistado domingo com a vitória contra o Goiás por 2x1, no Mineirão
Jogadores do Cruzeiro comemoram o titulo de bicampeão brasileiro, conquistado domingo com a vitória contra o Goiás por 2x1, no Mineirão

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 25/11/2014 às 00:04:00

O CRUZEIRO é bicampeão brasileiro seguido, faturando o título da temporada 2014 praticamente com a mesma base que dominou 2013. Para tanto, só confirmou sua força com o Mineirão lotado, diante do valente Goiás, vencendo por 2 a 1, neste domingo à tarde, pela 36.ª rodada do Campeonato Brasileiro Chevrolet. Ainda faltando duas rodadas, a Raposa atingiu os 76 pontos, sete a mais do que o São Paulo, que venceu o Santos, por 1 a 0, na Arena Pantanal e ficou com 69 pontos, na vice-liderança. No outro lado da tabela, o Criciúma é o primeiro time a ser rebaixado para a Série B, em 2015.
Este é o terceiro título do time mineiro na época dos pontos corridos - 2003, 2013 e 2014 - igualando-se ao São Paulo. Mas é seu quarto título nacional, porque sua conquista de 1966 da Copa do Brasil também foi considerado um título brasileiro pela CBF. A Raposa é Tetra no geral. O bicampeonato seguido se iguala a Corinthians, São Paulo e Internacional.

Emoções na rodada - A Raposa entrou no Mineirão só mesmo para confirmar sua vitória e seu título. O São Paulo, preocupado com as semifinais da Copa Sul-Americana, poupou vários titulares diante do Santos, mostrando claramente não acreditar em mais nada, em relação ao título. Desde a sexta rodada, o Cruzeiro assumiu a ponta, totalizando até o momento 23 vitórias, sete empates e seis derrotas. Seu ataque é o mais positivo da competição, com 64 gols. A derrota deixou o Goiás com 44 pontos, em 13.º lugar. O Santos, que tem apanhado de todo mundo, continua com 47 pontos, em nono lugar.

Briga pelo G4 - A briga pelo G4 permanece aberta. O São Paulo está perto de ser vice-campeão e já garantiu uma vaga na Copa Libertadores. As outras duas vagas, no momento, estão com o Corinthians, terceiro, com 66 pontos, ao vencer o Grêmio, por 1 a 0 (gol de Guerrero) e Internacional, com 63 pontos que sábado bateu o time reserva do Atlético Mineiro, por 2 a 1, em Porto Alegre. Na cola destes times estão justamente o Atlético Mineiro, com 61 pontos, em quinto, e o Grêmio, quinto, com 60 pontos.

Em plena evolução, no Recife, o Sport empatou com o Fluminense, por 2 a 2, atingindo os 48 pontos, em 10.º lugar. Pior mesmo para o tricolor carioca que ficou com 58 pontos, em sétimo lugar, ficando quase fora da briga pelo G4. No sábado, o Internacional bateu os reservas do Atlético Mineiro, por 2 a 1, em Porto Alegre, enquanto o Bahia perdeu em Salvador para o Atlético-PR, por 2 a 1, praticamente sendo rebaixado.
Figueirense livre, criciúma cai - Entre os catarinenses, melhor para o Figueirense, de Argel Fucks, que fez 2 a 0 no confronto direto com o Vitória, em Florianópolis e atingiu os 46 pontos, suficientes para se livrar da ameaça do rebaixamento. Mais uma façanha de Argel Fucks, que ano passado salvou o Criciúma. Desta vez, ele pegou o Figueira em último lugar e o livrou da degola a duas rodadas do final. O time baiano, ao contrário, continua perto da zona de queda, com 38 pontos.

De outro lado, consumou-se outro fato já esperado: a volta do Criciúma para a Série B. Jogando no Estádio Castelão, em São Luís (MA), o Criciúma empatou por 1 a 1 com o Flamengo. O time catarinense ó tem 31 pontos na lanterna e não pode mais escapar da queda. O rubro-negro carioca com 48 pontos é o décimo colocado, livre de queda e sem pode sonhar com a Copa Libertadores.
Derrotas de Palmeiras e Botafogo - Mais dois jogos fecharam a rodada envolvendo quatro times que lutam contra o rebaixamento. Os mandantes levaram a melhor. No Estádio Couto Pereira, o Coritiba bateu o Palmeiras, por 2 a 0, com o Coxa subindo para 15.º lugar, com 41 pontos, na frente do próprio time paulista, com 39 pontos, em 16.º lugar.
Quem voltou a surpreender foi a Chapecoense que venceu o Botafogo, por 2 a 0, decretando praticamente, o rebaixamento o time carioca para a Série B, com apenas 33 pontos, na penúltima posição. O time de Chapecó, limitado porém guerreiro, aparece com 42 pontos, em 14.º lugar.