Movimento Sergipano pela Reforma Política promove reunião

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Debate foi realizado na noite de terça-feira, na OAB/SE
Debate foi realizado na noite de terça-feira, na OAB/SE

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 25/12/2014 às 00:09:00

Diante da crise do sistema representativo vigente, a Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Sergipe - OAB/SE, defende o aprofundamento da democracia brasileira. Na terça-feira, 23, representantes da OAB/SE, do Conselho Nacional do Laicato do Brasil - Conal, da Escola Superior de Advocacia de Sergipe - ESA, e do Conselho Regional de Contabilidade de Sergipe - CRC/SE, estiveram reunidos na sede da OAB/SE para tratar de assuntos relacionados ao Movimento Sergipano pela Reforma Política. A Reforma trata-se de um conjunto de propostas de emendas constitucionais que buscam o melhoramento do sistema eleitoral brasileiro.
A reunião colocou em pauta a necessidade de mais e melhores formas de participação política. Um dos pontos principais do movimento é fazer com que a participação popular seja cada vez mais fomentada. "O Brasil está vivendo um momento único e a sociedade está exigindo cada vez mais transparência e responsabilidade política e civil. O cidadão está se sentindo cada vez mais desamparado e nós, o Conselho de Contabilidade, a OAB e o Conal, sensíveis a esta situação, estamos nos unindo para começar um projeto de mobilização social para a Reforma Política. O cidadão está ansiando por melhora e nós iremos trabalhar para tentar conseguir que este projeto seja vitorioso", expôs Ângela Andrade Dantas Mendonça, presidente do CRC/SE.

Antônio Eduardo Oliveira, presidente da Comissão de Combate à Corrupção Eleitoral, destaca que esse é o primeiro passo de um grande trabalho que será realizado em Sergipe. "A OAB é uma das entidades que participam do combate contra a corrupção eleitoral e do movimento pela Reforma Política. Vários atos já foram realizados por várias seccionais dos mais diversos estados e nós já estamos comprometidos a também buscar o melhoramento do sistema brasileiro", disse.
Márcio Conrado, presidente da ESA/SE, ressaltou que essa foi a primeira reunião de muitas outras. "O objetivo desta primeira reunião foi de buscar subsídios de cada entidade e de ouvir dos membros ideias acerca do Movimento", comentou. "A ideia é de que, após a segunda reunião, que será realizada no dia 16 de janeiro, às 17 horas, na sede da OAB/SE, outras entidades sejam convidadas. Queremos unir forças a fim de ampliar a discussão", acrescentou Conrado.
Para Ricardo Lima, vice-presidente do Conal, a reunião foi um momento muito proveitoso. "Nós contamos com a participação de bastantes pessoas. A participação de Dr. Márcio nos ajudou muito, trouxe uma contribuição muito grande. Estamos saindo daqui muito alegres, com o horizonte muito aberto e com possibilidades de fazer um grande trabalho em prol da sociedade sergipana e brasileira", disse.