DESTAQUE NACIONAL

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 08/01/2015 às 09:42:00

A revista Veja elegeu Eduardo Amorim (PSC) o melhor senador brasileiro de 2014. O parlamentar conquistou o primeiro lugar na pesquisa que analisou o trabalho dos 81 senadores e 513 deputados federais durante todo ano de 2014. Amorim alcançou a nota máxima (10) na avaliação elaborada pela revista.
De acordo com a Veja, o critério utilizado para a escolha dos senadores e deputados federais mais atuantes em 2014 foi o desempenho em eixos importantes de atuação como o trabalho por uma carga tributária menor e mais simples, mais infraestrutura, melhor gestão do gasto público, sistema educacional racional e eficiente, dentre outros.

O senador Eduardo Amorim apresentou 56 Projetos de Lei e seis Projetos de Emenda à Constituição que foram inseridos nos nove eixos de atuação adotados pela Veja. Entre os trabalhos de destaque estão projetos de carga tributária menor, mais simples e sem imposto em cascata; já em outros projetos o parlamentar atuou no combate à corrupção.

O estudo publicado pela Veja foi construído em parceria com o Núcleo de Estudos sobre o Congresso (Necon) e o Instituto de Estudos Sociais e Políticos da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Iesp-Uerj). Para eleger o melhor senador e deputado de 2014, os responsáveis pela pesquisa analisaram as proposições de maior relevância entre as centenas de projetos de lei, medidas provisórias e propostas de emenda à Constituição que tramitaram na Câmara e no Senado no ano passado. De acordo com o semanário, ficaram de fora do levantamento os parlamentares envolvidos em escândalos, corrupção ou reputação duvidosa.

ICMS
A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), solicitou à Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) a dilatação do prazo de pagamento do ICMS gerado no mês de dezembro de 2014. De acordo com presidente da CDL, Brenno Barreto, o órgão espera que Sefaz atenda o pedido de pagamento do ICMS em duas cotas, para que os comerciantes possam alinhar melhor o processamento dos custos do final de ano.

VISITA
A deputada Angélica Guimarães, nomeada conselheira do Tribunal de Contas do Estado (TCE/SE) no último dia 2, esteve ontem (7) no gabinete do conselheiro-presidente Carlos Pinna, para tratar dos preparativos da solenidade em que tomará posse na Corte de Contas. Na oportunidade, a deputada apresentou alternativas de datas que serão avaliadas pelo conselheiro-presidente, após consulta aos demais integrantes do colegiado e do Ministério Público de Contas, uma vez que no mês de janeiro o órgão encontra-se em regime de férias coletivas.

CÂMARA
A Câmara pagará R$ 150 mil para cada um dos suplentes de deputados que estão tomando posse com o afastamento do titular do mandato. A maioria desses suplentes já assumiram antes o mandato, com o afastamento temporário do titular, e agora estão sendo efetivados no cargo, que ocuparão até o dia 31 deste mês, quando se encerra a atual legislatura. Pelos 30 dias de mandato, eles vão receber salário bruto de R$ 26.723,13 (líquido em torno de R$ 22 mil); auxílio moradia de R$ 3,8 mil (cerca de R$ 2,5 mil caso seja feito depósito em conta); e o chamado cotão (verba paga como ressarcimento de despesas).