Posse de Olivier Chagas foi bastante concorrida

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Ao assumir, Olivier discursa para um auditório lotado
Ao assumir, Olivier discursa para um auditório lotado

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 13/01/2015 às 00:39:00

Na manhã dessa segunda-feira,  o biólogo Genival Nunes Silva transmitiu o cargo de secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos para o advogado Olivier Ferreira das Chagas. Bastante concorrida, a solenidade contou com as presenças de diversas autoridades públicas do Estado, deputados, prefeitos e vereadores de municípios do Agreste Central e empresários de Itabaiana.

Após a assinatura da ata do Termo de Transmissão do Cargo, Genival Nunes ressaltou a importância da renovação e das pontes de passagem para o Desenvolvimento Sustentável. "A transmissão permite a renovação das ações por meio da continuidade. O Meio Ambiente é construído por meio de pontes, essas que permitem a existência da vida. O Estado só cresce com sustentabilidade se existirem pontes de passagem. Muitas vezes essas pontes são aparentemente sonhos, entretanto,  o futuro permite com  solidez a realidade  que essa ponte permitiu", afirmou.

O novo secretário da Semarh afirmou em seu discurso que está ciente do grande desafio que terá pela frente. "Desafio que fora passado a mim pela confiança dada pelo Partido dos Trabalhadores e, é claro, com a admissão do governador Jackson Barreto, a qual tem dado atenção especial ao Meio Ambiente, na continuidade de passos da gestão que foram iniciados pelo saudoso companheiro e governador Marcelo Déda".

Salientou que a Semarh vem desenvolvendo políticas publicas em várias áreas, como a de criação de Unidades de Conservação, de Resíduos Sólidos, Recursos Hídricos e de Biodiversidade e Florestas. "O Estado também tem atuado intensamente no sistema de licenciamento ambiental, fiscalização e monitoramento por meio da Administração Estadual do Meio Ambiente, a Adema", frisou Olivier.

O novo secretário destacou ainda que a sua visão sobre a gestão ambiental é um dever coletivo. "Entendo que a preservação e a proteção ao Meio Ambiente e aos Recursos Hídricos tenha que ser um dever de todos: da população e do Estado. Esse dever é aliado à conscientização ambiental da sociedade em detrimento às questões ambientais e do Estado a qual tem no seu papel a função de elaborar políticas públicas tão essenciais para o Desenvolvimento Sustentável".

Presente na solenidade, o ex-prefeito de Itabaiana e deputado estadual eleito, Luciano Bispo, enfatizou que deseja muita sorte ao amigo e conterrâneo. "A capacidade que Olivier tem é notória por ser exercida com muita humildade, disposição e, sobretudo, competência. Não tenho dúvidas de que será grande secretário de Estado do Meio Ambiente por histórico de dedicar às atividades as quais lhes são atribuídas com muita responsabilidade", assegura Luciano.

O deputado federal e presidente do PT,  Rogério Carvalho, disse que deseja muita sorte e sabedoria ao novo secretário. Após termino da solenidade, o vice-governador Belivaldo Chagas cumprimentou o novo secretário da Semarh e salientou  que acredita na sua competência. "Acredito que dará tudo de si pelo Estado e desempenhará suas funções na pasta ambiental com sua parcela de  competência e com total desempenho como em outras atividades que já exerceu", destacou Belivaldo.