CBF promove evento para apresentar o troféu da Copa do Mundo Feminina

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
CBF promove evento na Federação Paulista de Futebol (FPF), para apresentação da taça da Copa do Mundo de Futebol Feminino
CBF promove evento na Federação Paulista de Futebol (FPF), para apresentação da taça da Copa do Mundo de Futebol Feminino

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 22/01/2015 às 00:38:00

O troféu da Copa do Mundo de Futebol Feminino 2015 está no Brasil. Nesta quarta-feira, na sede da Federação Paulista de Futebol, em São Paulo, o presidente da CBF, José Maria Marin e o presidente eleito da CBF e presidente da FPF, Marco Polo Del Nero, receberam representantes da FIFA, o secretário-geral Jérôme Valcke e a gerente de desenvolvimento de futebol feminino, Mayi Cruz Blanco, o ministro do Esporte, George Hilton, o técnico da Seleção Brasileira, Vadão, o coordenador Fabrício Maia e a capitã Bruna Benites.

No evento de apresentação do troféu e de divulgação do Mundial, que será disputado no Canadá entre 6 de junho e 5 de julho de 2015, o presidente Marin falou sobre os esforços da CBF para que o futebol feminino consiga melhorar seu nível no Brasil.
- Somos grandes no futebol masculino e precisamos desenvolver de maneira concreta o futebol feminino. Contamos com o apoio da FIFA e do Ministério do Esporte para isso acontecer.
Marin ressaltou o fato de que 15% dos recursos provenientes do Fundo de Legado da Copa do Mundo de 2014 serão utilizados para a fomentação do futebol feminino no país.
O ministro do Esporte, George Hilton, falou sobre a importância do futebol feminino para o governo federal.
- Dentre as prioridades da presidenta Dilma Rousseff, está o futebol feminino. Ela me pediu uma política proativa e vamos buscar apoio com parcerias e entidades. Ela me disse: "Você tem a obrigação de fazer o futebol feminino ser atrativo e que a prática se massifique em todo o país", disse o ministro.
O técnico da Seleção Brasileira, Vadão, que comandará a equipe na Copa, ressaltou a importância do desenvolvimento do futebol feminino no Brasil para o trabalho da Seleção Feminina.
- Na Seleção temos todo o apoio que precisamos da CBF. O grande problema está na formação, nos desenvolvimentos em escolas e nas cidades. Não temos reposição. Temos poucas atletas jogando, porque não tem onde jogar.

A capitã da Seleção Brasileira, Bruna Benites, comentou sobre o sonho de erguer o troféu. "Vi a taça pela primeira vez e sonhei com ela. Esse é um grande passo para uma conquista".
O tour da taça já passou por Espanha, Alemanha, China e Estados Unidos e segue pelo mundo até o final de março.
O Brasil está no Grupo E do Mundial, com Coreia do Sul (9 junho), Espanha (13 junho) e Costa Rica (17 de junho).