Confiança estreia vencendo no Sergipão

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Artilheiro do Confiança, Leandro Kível, comemora o primeiro gol do time proletário no Sergipão 2015
Artilheiro do Confiança, Leandro Kível, comemora o primeiro gol do time proletário no Sergipão 2015

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 27/01/2015 às 01:21:00

Um gol do artilheiro Leandro Kível, marcado logo aos 7 min de jogo, garantiu a vitoria do Confiança, na partida de estréia do Sergipão 2015, quando o time proletário parte em busca do bicampeonato.
Como o gol saiu logo cedo, deixou no torcedor proletário, a ligeira impressão de que seria uma partida fácil e o Confiança chegaria facilmente a uma goleada. Engano. O Boca Junior se recompôs em campo, criou boas oportunidades e em duas delas, o centro avante Osvaldo por pouco não empatou o jogo.

A nota triste da partida foi a ausência do policiamento dentro do estádio. A Polícia Militar compareceu ao estádio com um grupamento de 40 homens. Uma boa parte foi fazer o policiamento na área externa do estádio e a outra parte se restringiu ficar em uma sala no estádio Sabino Ribeiro, para agir quando se fizesse necessário. Acertadamente, o árbitro da partida Fábio Matos, solicitou a força policial dentro de campo e disse que só iniciaria a partida, quando tivesse certeza de que teria segurança para o público, jogadores e os próprios árbitros.

Várias conversações entre os dirigentes do Confiança, o vice-presidente da FSF, Milton Dantas com os policiais e com os árbitros, mas a ordem emanada do Comando da PM era para que os policiais se mantivessem na sala onde estavam e agissem quando fossem acionados.
 Finalmente, com 15 minutos de atraso, sete policiais do Batalhão de Choque desceram para o gramado e o árbitro deu início à partida. Depois mais três policias desceram e formaram um cordão de segurança. Com segurança no gramado, o jogo teve sequência normal, até o final.

Leandro Kível, pelo Confiança, e Léo, pelo Boca, receberam cartões amarelos. Um público pagante de 1.203, pessoas proporcionou uma arrecadação de R$ 24.060.
O Confiança jogou com: Everson, Diogo, Valdo, Heverton e Altemar; Flávio, Richarlson, Everton e Wallace Pernambucano; Leandro Kível e Bibi. Técnico: Betinho. Boca Junior: Rodrigo, Cláudio, Serginho, Vitor e Geovane; Léo, Arouca, Daniel e Lucas; Osvaldo e Warlei. Técnico: Iedo Morgado.