Lançada mais uma edição do Aracaju Bolsa Atleta

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
As atletas Duda e Tainá, campeãs de vôlei de praia, são beneficiárias do Projeto Bolsa Atleta e prestigiaram o lançamento da versão 2015
As atletas Duda e Tainá, campeãs de vôlei de praia, são beneficiárias do Projeto Bolsa Atleta e prestigiaram o lançamento da versão 2015

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 13/02/2015 às 00:39:00

Comemorando o sucesso do Bolsa Atleta e formalizando seu lançamento em 2015, o prefeito João Alves Filho assinou o termo de adesão na noite da ultima terça-feira, 10, no auditório do Centro Administrativo Prefeito Aloísio Campos, com a presença de todos os contemplados pelo Programa, autoridades e desportistas.

Os atletas que recebem incentivos financeiros da Prefeitura de Aracaju foram divididos em três níveis. Na Categoria I, 10 atletas recebem em 11 meses incentivos financeiros no valor total de R$ 13.200. 20 atletas foram selecionados na Categoria II, recebendo ao longo ano R$ 8.800. Já na Categoria III, 50 bolsistas serão contemplados com R$ 4.400 pagos em 11 parcelas.

Consciente da importância do estímulo a esportistas, o prefeito João Alves destacou a relevância de que o atleta seja incentivado ainda jovem, para que tenha um futuro promissor no esporte e crie consciência social.
"É sempre uma grande alegria lançar o Bolsa Atleta, que a cada ano tem mais adesões. O Brasil precisa investir no esporte como fazem os países desenvolvidos. Nos Estados Unidos, os atletas que se destacam recebem bolsas de estudos nas melhores Universidades do país", ressaltou o prefeito, que ainda enfatizou que estimular o jovem desde cedo à prática esportiva também o afasta das drogas.

Aprovação dos atletas - Entre os contemplados, a esportista Duda Lisboa, campeã de vôlei de praia em sua categoria, renovou o benefício por mais um ano, e salientou que sem o financiamento da Prefeitura, ela teria que dividir seu tempo de treino com outro trabalho.
"Essa renda me ajuda com as viagens que preciso fazer para competir. O Programa é um estímulo para qualquer atleta. Caso não existisse o Bolsa Atleta, seria muito mais difícil me dedicar ao esporte", revelou a atleta.