Kível vai a Porto Alegre visitar genitor

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O atacante Leandro Kivel vai visitar a família, em especial, o \"seo\" Jorge, que está doente
O atacante Leandro Kivel vai visitar a família, em especial, o \"seo\" Jorge, que está doente

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 25/02/2015 às 00:53:00

O torcedor do Confiança tem estranhado o comportamento e as atitudes do atacante Leandro Kível na atual temporada. Além de não marcar os gols, sua principal característica, o atacante tem demonstrado muita irritação, reclama das arbitragens e ás vezes desconhece os colegas dentro de campo. Este ano o atleta já foi expulso em duas oportunidades, o que demonstra sua irritação. Mas poucos desconhecem os motivos dessa mudança de comportamento do atacante proletário.

A verdade é que Leandro Kível vive um drama familiar, com a grave doença que seu genitor está acometido. Ao falar do pai, o atacante do Confiança se emocionou e chorou.   
- Poucas pessoas conhecem o problema que estou atravessando, o Ernando Rodrigues é um deles. Sou muito reservado. Não costumo falar da minha vida pessoal. Porém, já que descobriram, meu pai é meu herói e está passando por um momento muito difícil de saúde, e isso vem à tona na minha cabeça, principalmente quando existe falta de compreensão com o time e comigo. Em um momento ruim, escutar palavras horríveis iguais a que já escutei é muito difícil. Não acho correto isso. Isso não ajuda o time, pelo contrário, atrapalha, comentou Leandro Kível.

Kível pede paciência aos torcedores do Confiança e fala sobre arbitragem do duelo contra o Siri. "Nossa campanha é boa no Sergipano e razoável na Copa do Nordeste. Somos líderes no grupo do estadual. É normal em um começo de ano. A cobrança tem que existir, mas não somente em cima de mim. Não jogo sozinho", desabafou.

Nesta terça-feira Leandro Kível foi liberado pela diretoria para viajar ao Rio Grande do Sul e visitar o pai. "As pessoas não sabem o que estou passando vendo meu pai doente e sem poder fazer nada. Eu também sou um ser humano e tenho momentos de baixa. Mas eu quero e vou dar a volta por cima. No ano passado começamos pior que isso e depois o final foi de alegria". Falou.