A EUROPA E O ECLIPSE DO SOL

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 01/03/2015 às 00:11:00

Dia 20 de março haverá um eclipse total do sol que espalhará sombras por quase toda a Europa. Será mais intenso no norte entre a Islândia e os países escandinavos. O eclipse será longo, começa, no horário da Europa Central às 8h40, terminando às 12h50. As operadoras do sistema elétrico europeu que trabalham com elevado grau de previsibilidade já advertem sobre possíveis falhas no suprimento de eletricidade causadas pela paralisação das placas que transformam luz solar em eletricidade. Já existe um planejamento para que, durante o eclipse, as usinas hidrelétricas, termelétricas e nucleares funcionem à plena carga para gerar energia correspondente a 10 por cento produzidos pelos sistemas de energia solar que ficarão desativados nas sombras do eclipse. Quando ocorreu o último eclipse total do sol na Europa, em 1999, a energia solar representava apenas 0,1% do total gerado no continente, agora, apenas 16 anos depois, chega a mais de 10%. Juntando-se a solar com a eólica, essas energias renováveis ultrapassam 15%.
No Brasil, país de sol intenso e bons ventos, tateamos no que se refere à obtenção das boas e limpas energias alternativas. Não temos capacidade para fabricar grandes sistemas geradores das energias solar e eólica, todos ainda importados e gravados com pesadíssimos impostos.