A força da internet

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 21/07/2012 às 12:57:00

Embora a televisão ainda seja o principal veículo para informação de quem vai votar, os eleitores, os partidos políticos e os candidatos descobriram a força da internet e das mídias sociais e pretendem usá-las com intensidade nesta campanha.

Em cidades com mais de 200 mil eleitores, onde o acesso é mais fácil, a internet será usada "cada vez mais" pelos políticos, disse à Agência Brasil o diretor de Atendimento e Planejamento do Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Iprespe), Maurício Garcia. Para ele, isso será possível pelo crescimento do uso de telefones celulares de banda larga e dos tablets, dispositivos portáteis de acesso à internet.

Garcia ressaltou, porém, que o eleitor não forma, necessariamente, opinião a partir do acesso a páginas de partidos ou candidatos. "Isso acontece quando as informações estão disponíveis em grandes portais ou em ferramentas como o Twitter, quando um amigo que acompanha coloca alguma informação que desperta a curiosidade da pessoa."

Ele lembrou, no entanto, que, quanto menor a cidade e maior a dificuldade de acesso ao conteúdo de internet, mais pesa na formação de opinião do eleitor a propaganda eleitoral no rádio e na televisão. De acordo com Garcia, nessas localidades, existem outros fortes formadores de opinião, como padres e pastores e líderes sindicais.

A busca crescente de informações na internet é constatada também em sites oficiais. Em Minas Gerais, segundo maior colégio eleitoral do país, com 15 milhões de eleitores espalhados por 853 municípios, a busca por informações no site do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do estado mais que dobrou da última eleição municipal, em 2008, para cá.

Levantamento feito pelo coordenador de comunicação do TRE-MG, Rogério Tavares, mostra que, há quatro anos, 98 mil mineiros procuraram se informar sobre o pleito na página do tribunal, entre 16 de junho e 17 de julho. No mesmo período deste ano, este número pulou para 222 mil acessos individuais.

"Denúncias de propaganda irregular e informações sobre o partido político e as normas das eleições concentram o maior número de acessos", disse Tavares. Entretanto, é grande o número de eleitores, especialmente da capital, Belo Horizonte, e de Uberlândia segunda maior cidade mineira, que buscam os dados dos candidatos, declarações de bens, por um link - porta de acesso a outra página - do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

No TRE de Goiás, até agora, os conteúdos mais acessados foram os de serviços como retirada de certidões negativas criminais, filiações e inscrições do eleitor para ser mesário voluntário no dia do pleito. Segundo o coordenador da seção de Intranet e Internet do Tribunal, Rafael Didma, este ano "o pico" de entradas no site ocorreu entre janeiro e maio. Neste período, a média padrão de 70 mil buscas pulou para 140 mil por causa do recadastramento biométrico. Com 246 municípios, o estado concentra 4,2 milhões de eleitores.

No Acre, o uso da internet para fornecer dados sobre os candidatos ainda é incipiente. A três meses e meio das eleições a coordenadora da Corregedoria Regional Eleitoral Maria Arlete Freire de Souza, admitiu que no site oficial estão "disponibilizadas apenas informações gerais de interesse do eleitor".

Em São Paulo, maior colégio eleitoral do país, com 31.229. 307 eleitores, muitos já têm o hábito de se atualizar em termos de campanha eleitoral consultando a internet. A publicitária Aline Sales, por exemplo, diz que se informa pela internet por falta de tempo para usar outros meios. "Quando chego ao trabalho, aproveito para ler as notícias. Pela correria, às vezes, não dá para assistir televisão, ouvir rádio, ler jornal, e a internet é o meio mais acessível." Para Aline, a internet é o melhor meio para o eleitor se informar sobre os candidatos.

O projetista Theo Egami, porém, diz que procura saber mais sobre os candidatos conversando com amigos e parentes, mas também busca opiniões nas salas virtuais de bate-papo. "Acredito que é bom ver em fóruns, para ficar mais informado, ouvir rádio, estar atento ao dia a dia. Quando tenho tempo, costumo ir atrás de mais informações, mas depende muito do momento."

O analista de cadastro Danilo Araujo afirma que confia mais no que lê na internet do que vê na televisão. "Me informo pela internet, fóruns de internet, discussão com amigos. Menos pela televisão, porque na televisão é tudo mentira." Segundo Danilo, é mais fácil manipular informações pela televisão e pelo jornal impresso.

 "Na internet, tem um leque muito maior, e a informação chega muito mais fácil. Se algum político faz alguma coisa errada, na mesma hora já tem cinco ou seis opções na internet para analisar e tirar uma conclusão", disse ele.

Lentos
Em Aracaju, os candidatos a prefeito ainda estão definindo formas de utilização das mídias sociais. Por enquanto o candidato do PPS, Almeida Lima, é quem usa melhor as mídias sociais, até por ser freqüentador assíduo do twitter e facebook.

Doente
O candidato a vice-prefeito de João Alves (DEM), José Carlos Machado (PSDB), está com o punho direito enfaixado. Quem pergunta recebe a resposta na bucha: É LER (Lesão por Esforço Repetitivo). "É de tanto contar dinheiro", brinca o ex-deputado. Machado está irritado com a divulgação de seu patrimônio, exigência eleitoral, em que ele aparece como o mais rico entre os candidatos sergipanos que disputam as eleições de 2012.

Festa
Machado vem comandando mesas festivas no Ferreiro. Parece que comemorando muito antecipadamente eventual vitória em outubro. Esta semana brindava com o ex-deputado federal Messias Góes e os ex-secretários dos governos João Alves Antonio Carlos Borges e João Durval.

Sem votos
João Alves ficou indignado com os candidatos a vereador que tentaram evitar que candidatos considerados eleitos, como o Sargento Vieira, Grace Franco e Sérgio Góes disputem as eleições. "Quem é bem votado para vereador pode arrastar mais um ou dois dentro da sua coligação".

Em alta
O PCdoB apresentou uma chapa fechada de vereador liderada por mulheres: a vereadora Karla Trindade, a ex-presidente da Emsurb Luciana Passos e a sindicalista Ivânia Pereira. Entre os candidatos há também políticos veteranos, como o médico Antonio Samarone, que até pouco tempo comandava a SMTT.
 
Lançamento
Na próxima segunda-feira, Ivânia Pereira (PCdoB), lança sua campanha para vereadora de Aracaju. O evento será realizado às 18h30 no auditório do Sindicato dos Bancários, localizado à Av. Gonçalo Rollemberg, 804. Logo após, sairá uma caminhada até a Rua Propriá, Centro, onde será realizada a inauguração do comitê da candidata. O lançamento contará com a presença do candidato à Prefeitura de Aracaju, Valadares Filho (PSB) e sua vice, Conceição Vieira (PT), além das lideranças de diversas entidades de classe e movimentos sociais e de mulheres.
Inauguração
Será inaugurado neste sábado o comitê central da campanha do candidato a prefeito de Nossa Senhora do Socorro, Padre Inaldo (PCdoB). O ato público acontecerá no Portal Clube, no conjunto Marcos Freire I, a partir das 17 horas com a presença das principais  lideranças dos partidos que fazem parte da coligação "Fé para Mudar" (PCdoB, DEM e PSDB). Padre Inaldo avalia que essa primeira manifestação pública da sua candidatura a prefeito marca o início do processo eleitoral que resultará na transformação social e administrativa do município de Socorro.

Saúde
O ex-governador Albano Franco não gostou de ter sido citado como autor da frase de que "o melhor hospital de Sergipe é o jatinho". Disse ontem que tem muito respeito e consideração pelos profissionais de saúde do Estado. Ele disse que "como neto do patrono da Medicina em Sergipe, Dr. Augusto Leite, não poderiam ser outros senão estes os sentimentos que nutre em relação a esses profissionais que reconhecidamente com competência e dedicação muito fazem pela saúde dos sergipanos".