Ai que saudade do poder

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 12/03/2015 às 01:19:00

Está registrado na história recente do Brasil. Já são quatro eleições vencidas seguidamente por candidatos do PT à presidência da República - Lula e Dilma. Ou seja, desde 2002 os setores políticos mais à direita não conquistam espaço de poder neste país que vive sob o sistema presidencialista. E isso incomoda muita gente. Incomoda a velha burguesia que não admite dividir espaços da economia com emergentes beneficiados pelos governos do PT. Incomoda os retrógrados que não aceitam vivenciar a expansão de bens materiais à disposição de todos. Incomoda os pseudointelectuais que não enxergam um palmo à frente do nariz quando o assunto é socialismo. Incomoda os abastados que não suportam olhar para o lado e ver um cidadão 'comum' consumindo a mesma coisa que ele. Incomoda, sobretudo, as sanguessugas travestidas de políticos que durante 500 anos assaltaram esse país da forma mais natural possível. Chegando a acreditar que estavam apenas se utilizando de algo que sempre lhes pertenceu: a coisa pública.

Só que tudo isso acabou. As eleições seguidas de Lula e Dilma, emblemáticas para as questões sociais, ampliou o leque de possibilidades para um povo que carecia de oportunidades. Por isso tanto ódio vindo dos adversários. Por isso tanta gritaria em vão. A propósito, até que se mude a constituição brasileira, não haverá 3º tuno em eleição presidencial. No caso atual, no qual a elite esperneia e a grande mídia busca conduzir o pensamento do povo à base da alienação ideológica, o desejo da direita jamais será concretizado. Ficará na mais profunda saudade. Por mais que batam cabeça, não haverá impeachment da presidenta Dilma Rousseff, e muito menos um golpe de Estado aos moldes das velhas repúblicas latino-americanas. Nada disso, pois o mundo mudou. É bom entender que esses governos petistas, gostando ou não, optaram pela classe de trabalhadores e pelas pessoas mais necessitadas. Mas em momento algum se esqueceram dos demais que compõem a sociedade. Banqueiros obtiveram lucros exorbitantes, como sempre. Grandes empresários continuaram ganhando dinheiro à vontade nos mais variados setores da economia. E o capitalismo, mesmo atravessando crises sazonais, continua norteando boa parte desse mundo.

Portanto, não faz sentido a presidenta Dilma Rousseff ser alvo de pedidos de impeachment por parte de eleitores insatisfeitos e manipulados por uma mídia mal intencionada e a serviço da burguesia. O Brasil não vai ceder à saudade da direita e saciar sua sede de poder através de um golpe. Não há argumentos para isso. E a propósito, todo o desencadeamento da famigerada operação Lava Jato (suposto pavio para a crise), da Polícia Federal e do Ministério Público Federal, deve ser creditado na conta positiva do atual governo petista. Senão, vejamos: em qual outro governo as autoridades policiais e judiciais desse país tiveram tanta liberdade para investigar e descobrir tanta roubalheira em órgãos públicos? Falar em impeachment, com todo respeito, é vomitar besteira. Vamos falar em moralização, em justiça social, em avanço. Mas para isso, muita coisa terá que ser jogada na lata do lixo. Sem chororô.

"A política não se faz com discursos, festas populares e canções; ela faz-se apenas com sangue e ferro"
Otto von Bismarck

Manifestação
A turma que participou do "panelaço" contra Dilma Rousseff, ocorrido em pelo menos 12 capitais na hora em que ela fazia um pronunciamento em rede nacional, no último domingo (8), promete ir às ruas neste domingo (15), para pedir o impeachment da gestora. Em Aracaju, certamente a burguesia do bairro 13 de Julho e adjacências estará empunhando bandeiras, conduzindo carros de som e deixando claro sua indignação com os rumos do país. E como bem definiu o jornalista Juca Kfouri, o 'panelaço da barriga cheia e do ódio', visto a partir das varandas luxuosas dos suntuosos prédios das capitais, busca apenas, assim como a manifestação do próximo domingo, alimentar o preconceito e deixar claro que nesse país pobre é pobre e rico é rico. Nada mais.

Descaso
Está correto o vereador Iran Barbosa (PT) quando afina sua critica contra o prefeito João Alves que demonstra total descaso com as comemorações pelos 160 anos de Aracaju, a serem completados no dia 17 de março. "Quero lamentar, profundamente, a ausência de um calendário que marque essa data com uma programação destacando a importância dos 160 anos da nossa cidade", disse Iran.

Diferença
Há dez anos, quando Aracaju comemorava seus 150 anos e era administrada pelo prefeito Marcelo Déda, o petista ofereceu aos aracajuanos não apenas uma programação festiva no dia 17 de março, mas em todo o ano de 2005. E isso também foi lembrado por Iran.

Cobranças
Até esta sexta-feira, 13, os sergipanos ainda verão muitos atos organizados pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). Eles cobram aceleração da reforma agrária e atendimento de vários itens das pautas reivindicatórias apresentadas pelo MST ao Congresso Nacional. Na última terça-feira, 10, eles ocuparam as superintendências do Banco do Brasil e do Banco do Nordeste, em Aracaju, e ontem fecharam rodovias importantes, incluindo a BR 101, em Itaporanga, onde ocorreu o grave acidente envolvendo 10 veículos.

Dia do Rim
Servidores da Rede Estadual de Ensino farão hoje, a partir das 7h, aferição de pressão, teste de glicemia e massoterapia. A iniciativa é da Secretaria de Estado da Educação para lembrar o Dia Mundial do Rim - 12 de março. A campanha tem o apoio da Sociedade Brasileira de Nefrologia e faz parte das ações de promoção da saúde da Rede QualiVida.

Adiamento
O sub-relator da CPI da Petrobras, deputado André Moura, decidiu adiar uma possível convocação de José Eduardo Dutra, ex-presidente da empresa, para depor, a fim de esclarecer se tinha conhecimento das ações investigadas pela operação Lava Jato, e se defender das colocações feitas pelo ex-gerente de Serviços da estatal, Pedro Barusco. O motivo do adiamento é a precariedade da saúde de Dutra, em tratamento contra um câncer. "Se Deus quiser, em breve ele estará recuperado e, então, veremos uma nova data de convocação, para que o ex-presidente possa se explicar e se defender das colocações feitas pelo depoente, de que o esquema de propina foi institucionalizado exatamente em sua gestão", disse André.

Congresso
Será realizado hoje no auditório do Sindicato dos Bancários de Sergipe, a partir das 9 horas, o 1º Congresso de Servidores Públicos da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB-SE). O evento contará com a participação de funcionários públicos das três esferas - federal, estadual e municipal. Segundo a direção da CTB, a conjuntura nacional, as perspectivas para 2015 e a importância do serviço público para o desenvolvimento do país estarão em debate durante o congresso previsto para terminar às 15 horas.

Déda presente
Muito prestigiada a abertura da exposição fotográfica #DédaPresente, ontem à noite no Museu da Gente Sergipana. Os principais nomes do jornalismo local, das artes, da fotografia e da política marcaram presença para prestigiar a série de fotos de Janaina Santos. Durante um período, ela acompanhou Marcelo Déda em eventos distintos, sendo a fotógrafa oficial do político que ontem completaria 55 anos de idade. "Foi a maneira que arranjei de dizer obrigado a Déda", definiu Janaina. Marcelo Déda, que foi prefeito de Aracaju, deputado estadual, deputado federal e governador de Sergipe, faleceu em dezembro de 2013.

Pagamento
O prefeito de Pirambu, Élio Martins (PSC), assegurou ontem aos professores do município o pagamento do Piso do Magistério com reajuste de 13,01%, como manda a lei. Só que esse pagamento será feito a partir do mês de março, quando deveria ser feito desde janeiro. As diferenças, segundo o prefeito, serão pagas em cinco parcelas, já começando agora em março.

Violação
E continua a confusão sobre a suspeita de violação do painel da Câmara de Vereadores na votação que aumentou os valores do IPTU em Aracaju. Na sessão de ontem, o vereador Anderson de Tuca (PRTB) saiu cuspindo fogo contra o colega vereador Dr. Emerson (PT). "O meu mandato é em defesa do povo. Eu não admito que um parlamentar, só para conseguir mídia, queira denegrir a minha imagem tentando passar uma inverdade, ao dizer que o painel foi violado na votação do IPTU".

Violação 1
Dr. Emerson, um dos parlamentares mais sérios daquela Casa, tem dito com segurança que a votação teria sido irregular porque o painel não registrou a presença de Anderson de Tuca naquela data, 16 de dezembro, o que impediria a votação do parlamentar.  Não seria o caso de uma simples investigação?

Reinvestimento
O Banco do Nordeste organiza hoje, a partir das 10h no auditório da Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (Fies), um seminário sobre Reinvestimento. O objetivo é apresentar esta modalidade de incentivo fiscal aos empresários sergipanos dos segmentos industrial, agroindustrial, de infraestrutura e do turismo. O evento é aberto a todos os interessados de forma gratuita. Até o fim deste mês, o Banco terá realizado o seminário em todas as capitais do Nordeste e dos estados de Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo.