Professores de colégio estadual participam de atividade psicológica

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 24/03/2015 às 10:28:00

A Secretaria de Estado da Educação (Seed), por meio da Rede Qualivida - Núcleo de Prevenção à Violência, Cidadania e Paz - realizou, um acolhimento psicológico ao corpo diretivo e docente do Colégio Estadual Prof. Antônio Fontes Freitas, situado no Marcos Freire I, Nossa Senhora do Socorro, onde um atentado foi registrado com o incêndio de um carro de uma professora.

O Qualivida atuou fornecendo apoio psicológico, intervenção no que diz respeito à motivação do grupo, acompanhamento dos profissionais que neste momento estão fragilizados por conta deste quadro de violência que está sendo enfrentado por toda sociedade brasileira.

As atividades foram iniciadas com a coordenadora do Cidadania e Paz, Sandra Coelho, que formou um círculo de cooperação, onde os participantes interagiram de forma a externar sentimentos, retomar o equilíbrio.

"A paz não é uma construção de fora para dentro. É preciso se auto equilibrar, acreditar nas possibilidades, admitir a flexibilidade, conviver com as diferenças, e a partir daí criar uma solução pacífica. Ver o outro como queremos ser visto, trabalhar com a empatia, tudo isso nos torna mais tolerantes e preparados para o dia a dia", disse a coordenadora.
Para a diretora, Andreza Andrade, foi um momento marcante. "Poder externar o que estamos sentindo, se livrar um pouco dessa mistura de sentimentos negativos, nos sentirmos acolhidos. Momento também de tentarmos construir, juntos, alternativas para aplicarmos na escola, assim desconstruindo essa cultura de violência", desabafa a diretora.
"Interessante esse trabalho de acolhida da Qualivida, porque nos sentimos mais protegidos e que não estamos sozinhos, que somos multiplicadores da paz nesse retorno as atividades da escola", afirma a secretária. Ontem foi iniciado um ciclo de palestras no colégio, através do Núcleo Cidadania e Paz.