Brasil consegue resultado inédito: vencer a França em Saint-Dennis

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Oscar marcou o gol de empate do Brasil, na vitória de 3x1 ontem, contra a França
Oscar marcou o gol de empate do Brasil, na vitória de 3x1 ontem, contra a França

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 27/03/2015 às 00:39:00

Paris - No primeiro amistoso de 2015, o Brasil encarou a França, velha pedra no sapato da seleção canarinho. Nesta quarta-feira 26, jogando no fatídico estádio da final da Copa do Mundo de 1998, o 'Stade de France', o time comandado por Dunga sofreu diante dos donos da casa, mas conseguiu a vitória por 3 a 1.
Ao todo, contando com o jogo desta quarta-feira, as equipes se enfrentaram 16 vezes. São quatro empates, cinco vitórias francesas e sete vitórias brasileiras, porém os europeus levam a melhor no histórico em competições oficiais e não saem da memória do torcedor brasileiro após o chocolate em 1998, quando Zidane protagonizou uma das melhores partidas de sua carreira. Com a vitória, a seleção brasileira conquistou o primeiro triunfo no Stade de France.

O JOGO - Em casa, com estádio lotado e torcida toda a seu favor, os franceses começaram pressionando e quase abriram o placar aos sete minutos de partida. Após cobrança de escanteio, a bola foi desviada para Benzema, que, sozinho, tocou de cabeça , mas Jefferson fez um milagre e salvou a Amarelinha.
Melhor em campo, a França tocava a bola e chegava com facilidade à área do Brasil, mas não conseguia concluir em gol. o time de Dunga respondeu somente aos 19 minutos, quando a defesa adversária saiu jogando errado, Oscar recuperou a bola e rolou para Neymar, que chutou colocado, mas Mandanda fez boa defesa.

No minuto seguinte, a França foi ao ataque e conseguiu marcar. Novamente em cobrança de escanteio, Varane subiu sozinho e resvalou de cabeça, sem chances para Jeferson.
O Brasil acordou na partida após o gol sofrido e começou a se lançar mais ao ataque, mas não conseguia penetrar na boa defesa francesa. Os donos da casa assustavam nas bolas paradas. Cada cruzamento na área brasileira era um verdadeiro 'Deus nos acuda'.
Somente no final do primeiro tempo o Brasil chegou ao empate. Neymar fez jogada individual e tocou para Oscar, que chutou de bico para o fundo das redes. A partir daí, a Amarelinha ficou melhor no jogo e começou trabalhar a bola no ataque, mas não conseguiu comentar.

Vira - No segundo tempo, o Brasil voltou mais atento. As falhas nas bolas alçadas continuaram assustando, mas o time tinha mais posse de bola e chegava ao ataque com facilidade.
Com mais volume de jogo, não demorou para o Brasil virar o jogo. Aos 11 minutos, Elias começou jogada individual no meio, tocou para Willian, que se livrou da marcação e deu bom passe para Neymar. O craque dominou e chutou forte, sem chances para Mandanda.
Na sequência, a França teve duas boas chances para empatar, mas não conseguiu ser eficiente. Aos 13 minutos, Benzema recebeu pela direita, balançou na frente da zaga e cruzou para Sissoko, mas Jefferson saiu bem e fez a defesa. No minuto seguinte, após bola alçada, novamente Benzema apareceu livre na cara do gol, mas chutou por cima.

A França pagou pelos erros no ataque. Aos 23 minutos, após escanteio cobrado, Luiz Gustavo subiu mais que todo mundo e testou firme para ampliar e praticamente selar a vitória brasileira.
Após o terceiro gol do Brasil, os técnicos começaram a fazer as modificações nos times e testar seus jogadores. A França ainda tentou ir ao ataque para fazer o segundo gol, mas o time de Dunga estava bem postado e segurou bem o resultado.
O Brasil volta a campo neste domingo, às 11h, horário de Brasília, no Emirates Stadium, em Londres.