Comerciários de Sergipe aprovam pauta de reivindicações

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 27/03/2015 às 11:43:00

Representantes de segmentos do comércio de Sergipe participaram da elaboração da pauta de reivindicações para a campanha salarial 2015/2016 que tem como data base 1º de maio.  

As assembleias conjuntas aconteceram sob a coordenação da Federação dos Empregados no Comércio e Serviços do Estado de Sergipe (Fecomse) e sindicatos filiados.  De acordo com o presidente da Federação dos Empregados no Comércio e Serviços do Estado de Sergipe, Ronildo Almeida, a pauta será encaminhada ao setor patronal na próxima semana.

Entre as reivindicações destacam-se além de reajuste salarial, a ampliação das cláusulas econômicas como triênio, quebra de caixa, produtividade e horas extras. As cláusulas sociais como jornada de trabalho e piso salarial digno para a categoria também são alguns dos itens que serão negociados com o setor patronal.

"A assembleia contou com grande participação dos comerciários. As cláusulas foram sugeridas e aprovadas por todos. Até a próxima semana entregaremos a pauta a todos os sindicatos patronais e à Federação do Comércio Bens e Serviços de Sergipe, para que possamos já a partir de abril ter um processo de negociação bem avançado com o setor patronal", explica o presidente da Fecomse, Ronildo Almeida.

"Nós temos cláusulas em nossa pauta de reivindicações que precisam ser analisadas, discutidas amplamente porque não justifica sentar à mesa e não abrir espaço para novas discussões e conquistas. Queremos respeito a todos os trabalhadores do comércio do Estado de Sergipe", enfatiza Ronildo.

Comerciária há 30 anos, Maria Lúcia Oliveira relembra as conquistas alcançadas em todos estes anos de luta. "Hoje sabemos o nosso valor porque temos um sindicato atuante que ao longo dos anos nos ouviu, nos representou ativamente e hoje temos muitas conquistas alcançadas. Eu sou prova viva de todos os avanços", comenta.