MST prepara ações do Abril Vermelho

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 08/04/2015 às 09:38:00

Assentados do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) aproveitaram a mobilização de ontem para iniciar, em Sergipe, a programação de atos alusivos ao Abril Vermelho, como também, para destacar que o deputado João Daniel (PT) foi o único parlamentar federal que já publicou oficialmente que vai votar contra os dois projetos de lei. As ações do Abril Vermelho referem-se ao Massacre de Eldorado dos Carajás que aconteceu no Pará, em 1996, que fica a cerca de 750 km de Belém. Na ocasião, uma marcha de trabalhadores rurais seguia para a capital quando a Polícia Militar chegou ao local e recorreu à força para tirar os manifestantes da rodovia que os sem-terra obstruíam.

Para denunciar a desigualdade do campo e não esquecer de sua história, o MST, todo mês de Abril, intensifica suas ações, ocupando terras improdutivas ou passíveis de reforma. "Estamos aqui para apoiar esse movimento contra a retirada dos direitos dos trabalhadores e para cobrar e pressionar os nossos deputados federais a atuar como faz o companheiro João Daniel que intensifica as lutas por melhorias trabalhistas, valorização dos profissionais brasileiros e pela reforma agrária que permanece na nossa pauta de reivindicações. Estamos nas ruas pelo progresso do país, e não pelo seu retrocesso com a aprovação desses projetos de leis que ferem a alma de milhões de brasileiros", declarou Gileno Damascena, coordenador estadual do MST.

A marcha que teve início na praça central dos mercados municipais seguiu pela Rua Santa Rosa, calçadões das ruas Laranjeiras e João Pessoa, Rua Itabaiana, e retornou ao ponto de partida. Com exceção do trânsito caótico, nenhum outro contratempo foi identificado pelos órgãos de segurança pública.