Secretário esclarece retirada dos ambulantes do Centro

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Secretário municipal da Comunicação Carlos Batalha
Secretário municipal da Comunicação Carlos Batalha

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 11/04/2015 às 11:28:00

O secretário municipal da Comunicação, Carlos Batalha, esclarece que a Prefeitura de Aracaju está cumprindo a uma determinação judicial e atendendo a uma reivindicação justa dos empresários estabelecidos no local e que pagam regiamente seus impostos.     

"CDL, Associação Comercial, Federação do Comércio, Fórum Empresarial, todos têm procurado insistentemente a prefeitura e contribuem com os seus impostos, o que não é o caso dos ambulantes", explica o secretário, ressaltando que, ao contrário do que ocorre em outras cidades, os ambulantes não ficarão desamparados pela administração municipal.

"Em outras cidades, a exemplo de São Paulo, Rio de Janeiro e outras, é comum se notar a verdadeira perseguição aos ambulantes por parte dos chamados 'rapas', o que não ocorre aqui. A determinação do prefeito João Alves é que os ambulantes sejam transferidos para um local e, de preferência, um local próximo", informa Batalha.

Atualmente, os ambulantes ocupam algumas das principais ruas da capital, dentre elas a José do Prado Franco, a Florentino Menezes, a Apulcro Mota, a Santa Rosa, etc. Segundo Carlos Batalha, eles serão deslocados provisoriamente para uma área na parte superior do Mercado Central, que foi desalojada para recebê-los, a 50 metros do local que ocupam hoje.

"Quando eu digo momentaneamente é por que se está trabalhando para a construção do camelódromo, que ficará também ao lado, ali próximo do Mercado. Então essa é a verdadeira situação", afirma o secretário. Ainda segundo ele, dentro do plano de revitalização do Centro da Cidade, o prefeito já vai autorizar a reforma das praças General Valadão e Fausto Cardoso, bem como da Ponte do imperador.